Segundo a Autoridade Nacional da Proteção Civil, desde as 9h00 desta segunda-feira, dia 6 de Abril, que se encontram presentes no concelho de Lamego, distrito de Viseu, cerca de 55 bombeiros a combater um incêndio florestal. Neste momento, foram enviados para o local cerca de 14 veículos operacionais e respetivos meios aéreos para o combate às chamas. O incêndio está localizado na zona de Valdigem/Parada do Bispo, e tinha ainda uma frente ativa no início da tarde.

Existe ainda mais um incêndio florestal ativo em Valoura, concelho de Vila Pouca de Aguiar, distrito de Vila Real, que está a ser combatido neste momento por cerca de 17 bombeiros, apoiados por quatro viaturas. Este último fogo teve início às 10h30 desta manhã, encontrando-se ainda, segundo a informação divulgada, com mais duas frente ativas desde a 13h30.

Ainda não há dados concretos do que tenha dado origem a estes dois incêndios, mas já foi divulgado que não existe registo de feridos, e nenhuma informação indica que estes fogos ameacem as habitações. Apesar das frentes ativas, os incêndios estão a ser controlados de modo a não chegarem perto da população. Além disso, os bombeiros presentes nos locais acima referidos estão a fazer todos os esforços possíveis e a disponibilizar todos os meios para que os incêndios sejam dados como dominados até ao final do dia de hoje.

De acordo com a proteção civil, e segundo dados recentemente divulgados, desde a 00h00 desta segunda-feira, que há registo de cerca de 36 incêndios florestais em Portugal. Apesar do verão ainda não ter chegado, já há registo de vários incêndios de grandes dimensões por todo o país, o que faz prever que o verão que se aproxima possa ser igual, ou pior, do que o do passado ano de 2014, onde se registaram mais de sete bombeiros mortos no combate às chamas, vários feridos, e vários incêndios de pequenas e grandes dimensões por todo o país que destruíram áreas que ainda hoje não conseguiram recuperar, tal como o grande incêndio na Serra do Caramulo. #Natureza