Mais de um terço das crianças nos Estados Unidos são obesas ou apresentam excesso de peso. Em 2013, o Programa Nacional de Merenda Escolar, um programa operacional de refeição federal assistida nas escolas públicas e privadas sem fins lucrativos, serviu 5,1 biliões de almoços, segundo os relatórios da Bloomberg. A qualidade destes almoços deve estar de alguma forma correlacionada com a saúde dos jovens norte-americanos, considerando que mais de 32 milhões de crianças são servidas todos os dias, através deste programa.

Os pais devem incutir melhores hábitos alimentares aos seus filhos e tentar encher as suas despensas com frutas e legumes, para criar soluções viáveis e saudáveis na hora de começar a cozinhar. Este hábito existe em muitos sítios e a Sweetgreen, um restaurante saudável que valoriza ingredientes locais e orgânicos, esclareceu a disparidade entre almoços de estudantes norte-americanos e os de outros países. As imagens da galeria de fotos mostram diferentes hábitos alimentares à volta de todo o mundo.

Um representante da empresa disse ao The Huffington Post que para criar estas refeições simuladas, a Sweetgreen avaliou diferentes normas do governo para programas de merenda escolar e comparou os dados com fotografias reais de lancheiras que os alunos tinham partilhado através das plataformas de redes sociais. Porque a merenda escolar pode variar conforme a região, é importante notar que as imagens disponibilizadas não são representações exactas da merenda escolar de um país, mas oferecem uma hipótese semelhante.

O prato menos nutritivo é o prato dos Estados Unidos. No mesmo encontramos frango panado com ketchup, puré de batata e bolacha de chocolate para a sobremesa. No prato brasileiro, podemos encontrar arroz, feijão e salada. Na Coreia do Sul é comum o almoço contar com sopa, vegetais cozidos e arroz. Em Espanha, camarões, pimentos, pão e sopa fazem parte do almoço. Frutas e vegetais são a base da refeição na Finlândia. Já em França é servida carne, queijo, uma selecção de frutas e vegetais para o almoço.

Os sectores do governo dos EUA estão a fazer progressos para melhorar a condição actual dos alimentos que estão a ser servidos nas escolas. Relembre-se que em 2010, o presidente Barack Obama assinou o saudável Hunger-Free Kids Act, programa de nutrição infantil para as escolas, fornecendo-lhes refeições saudáveis, incluindo mais frutas e verduras. #Vida Saudável