Esta notícia não é doce. Os chocolates Mars e Snickers estão a ser retirados do mercado em 55 países europeus e Portugal é um dos que estão na lista. Ao que tudo indica, um consumidor alemão terá encontrado um pedaço de plástico num dos produtos. A medida é tomada meramente por precaução, uma vez que deve tratar-se de um caso isolado.

A notícia começou a ser avançada hoje, 23 de Fevereiro, pela imprensa alemã depois da marca Mars ter emitido um comunicado em que, depois de expor a situação, afirmava que a retirada dos produtos do mercado tinha como objetivo “evitar que os clientes que compraram estes produtos os consumam”, revelou o Jornal de Negócios. Ainda assim, só a fábrica alemã produz cerca de 10 milhões de unidades por dia.

Logo de seguida outros países anunciaram a retirada do produto, nomeadamente a Holanda, França, Reino Unido, Itália e Bélgica. Segundo a edição online do jornal Público, um representante da marca em Portugal anunciou também a retirada do produto.

Apesar de ainda não serem precisas as quantidades que serão retiradas em cada país, sabe-se já que no mercado alemão e holandês serão abrangidos os produtos das duas marcas “com validade entre 19 de Junho de 2016 e 8 de Fevereiro de 2017”, conforme avança o Jornal de Negócios.

Em certos países serão ainda retirados do mercado, para além dos Mars e Snickers, os produtos Milky Way Mini e os bombons Celebrations.

A fabricante mundial de doces norte-americana recorda ainda que esta é a maior retirada de chocolates do mercado na história da companhia. O incidente acontece no mês em que a marca Mars recebeu um prémio de fabrico.

Esta não é a primeira vez que produtos alimentares são retirados do mercado. Em 2014, por exemplo, foram retirados do mercado europeu cerca de 2000 produtos, entre vestuário, bijuteria e alguns produtos alimentares. Também em Portugal, recentemente foram retirados de circulação os produtos da marca Origem Transmontana, à base de enchidos, devido aos recentes casos de botulismo alimentar. #Alimentação