Segundo um inquérito sobre hábitos de condução feito pela DECO, o excesso de velocidade e o uso do telemóvel ao volante são as principais transgressões dos portugueses. O inquérito feito a 1053 condutores entre maio e junho de 2014 revela conclusões importantes sobre os hábitos dos condutores portugueses:

  • Os homens ultrapassam mais facilmente os limites de velocidade e conduzem mais após a ingestão de álcool do que as mulheres;
  • 29% dos inquiridos falam ao telemóvel sem kit de mãos-livres: 3 em cada 10 pessoas revelam que fazem ou atendem chamadas ao volante;
  • Quase 13% enviam SMS enquanto conduz;
  • 60% aceleram quando o semáforo fica amarelo;

O mesmo inquérito mostra que executar tarefas enquanto conduz aumenta em 83% a possibilidade de acidente e que conduzir cansado é a uma das maiores distrações ao volante. Assim, não só é importante cumprir o Código da Estrada como ter em atenção os seguintes aspetos: #Acidente Rodoviário #Legislação

  • Limite de velocidade: mais de um terço dos inquiridos admite exceder o limite em mais de 20km/hr;
  • A circulação deve ser feita pela direita e apenas utilizar a faixa do meio ou da esquerda em autoestrada para ultrapassagem;
  • Circulação das rotundas: as regras mudaram em 2014, altura em que se deixou de circular nas rotundas apenas pela direita. Se for sair na primeira saída, deverá contornar a rotunda pela direita; para as restantes saídas deverá circular pela faixa da esquerda;
  • Cedências de prioridade: demasiados condutores ignoram as cedências de prioridade e entram em rotundas ou mudam de faixa sem respeitar os restantes condutores;
  • Manter a distância de segurança: "colar-se" ao carro da frente é um erro básico do qual resultam desde toques leves a colisões graves:
  • Impaciência: buzinar para o carro da frente acelerar ou ter atitudes agressivas na estrada não só não traz qualquer benefício como o habilita a uma queixa na PSP/GNR. 37% dos inquiridos pela DECO mostram hostilidade quando se aborrecem com outros condutores;
  • Posicionar-se corretamente antes de virar: ao virar à esquerda ou à direita, o carro tem que estar na faixa mais próxima ao lado para o qual se quer virar;
  • Dar prioridade aos peões na passadeira.