Sky News afirma ter milhares de documentos que contêm nomes, endereços, contactos pessoais e informações de pessoas que se juntaram ao Estado Islâmico. As autoridades alemãs já avaliaram os documentos e assumem ser genuínos. O seu conteúdo integra 22 mil nomes de recrutas provenientes de cerca de 50 países que ingressaram no grupo terrorista.

Segundo os meios de comunicação britânicos e alemães, estes documentos terão sido obtidos através de Abu Hamed, um jihadista "desiludido" com o Daesh que roubou uma "pen drive USB" à segurança interna do Estado Islâmico. O seu objectivo terá sido denunciar alguns nomes que podem ajudar ao desmantelamento desta célula terrorista. Assim, já na posse da "pen", Hamed entregou-a na Turquia, tendo ela sido posteriormente entregue a Stefan Kornelius, editor de um periódico alemão.

Estes documentos, escritos em Árabe, revelam os dados completos daqueles que integraram o Estado Islâmico, através de formulários com 23 questões que caracterizam cada um dos jihadistas. Sabe-se que a maioria dos recrutas provém de países como a Arábia Saudita, Tunísia, Marrocos e Egipto, mas muitos vêm de países europeus. O jornal britânico The Guardian afirma que da lista constam pelo menos 16 britânicos, 4 norte-americanos e 6 canadianos, assim como outros nomes de outras nacionalidades europeias.

Segundo o jornal Diário de Notícias, esta lista ainda não se encontra nas mãos das autoridades portuguesas. No entanto, a PJ e investigadores do contra-#Terrorismo estão a aguardar a chegada da lista para averiguar a presença de nomes portugueses. As autoridades sabem que, para além daqueles que já se encontram em território sírio e iraquiano, existe um grupo de recrutas que responderam ao questionário mas que ainda não abandonaram o seu país. Caso surjam nomes portugueses, as investigações serão feitas no âmbito da prevenção: o foco irá para quem os recrutou e como.

Os inquéritos divulgados abordam questões que poderão ser essenciais para compreender o funcionamento do grupo terrorista.

As 23 questões feitas a um "futuro" jihadista:

1. Nome

2. Nome de combatente

3. Nome de solteira da mãe

4. Grupo sanguíneo

5. Data de nascimento e nacionalidade

6. Estado civil

7. Morada e local de residência

8. Nível de educação

9. Nível de compreensão da lei "sharia" (Lei Istâmica)

10. Emprego anterior

11. Países por onde viajou

12. Área por onde deu entrada (na zona controlada pelo Estado Islâmico)

13. Quem o recomendou

14. Data de entrada

15. Experiência anterior de combate

16. Papel que vão assumir (bombista-suicida ou combatente)

17. Capacidades especiais

18. Local actual de trabalho

19. Depósito de segurança

20. Nível de obediência

21. Telefones de contacto

22. Data e local da morte

23. Notas #Política Internacional #Polícia