Um emigrante português morreu no sábado, 28 de Maio, num acidente ocorrido nas proximidades de Marselha, em França. Paulo Rodrigues, de 34 anos, era natural do concelho de Gondomar e estava emigrado há cerca de dois anos. Do acidente resultou ainda a morte de um jovem francês, de cerca de 20 anos, condutor de um outro automóvel envolvido no mesmo acidente. No veículo conduzido por Paulo Rodrigues seguiam dois homens, igualmente portugueses, que sofreram ferimentos graves.

O acidente ocorreu cerca das 5:00 horas de sábado, 28 de Maio, na “D9”, em Sausset-les-Pins, nas proximidades de Marselha (França). Tratou-se de um violento choque frontal entre dois veículos ligeiros - um Renault Clio e um Ford Fiesta – que resultou em dois mortos e dois feridos considerados graves. As autoridades, que estão a investigar as circunstâncias em que ocorreu a colisão, suspeitam que ambos os condutores dos veículos se dirigiam para os respectivos locais de trabalho, designadamente Marselha e Rognac. No entanto, não encontraram nenhum vestígio de travagem no asfalto daquela estrada, que tem como limite de velocidade os 90 quilómetros por hora.

Enquanto um dos automóveis era conduzido por um jovem, com cerca de 20 anos, de nacionalidade francesa e militar de uma força de segurança - que terá tido morte imediata -, já o outro veículo era conduzido por Paulo Rodrigues e nele viajavam mais dois portugueses. O condutor não resistiu aos ferimentos e acabou por morrer, enquanto os dois ocupantes foram transportados para uma unidade hospitalar em estado grave.

A vítima mortal tinha 34 anos e era natural do concelho de Gondomar. Há cerca de dois anos emigrou para França e estava a trabalhar em Marselha. Paulo Rodrigues foi atleta do Gens Sport Clube, onde chegou a ser capitão da equipa inscrita na Associação de Futebol do Porto. O corpo do gondomarense será trasladado para Portugal, logo que as autoridades francesas o libertem, devendo o seu funeral realizar-se na igreja de S. Roque de Gens, em Gondomar. #Acidente Rodoviário #Emigração