Dois jovens, de 19 e 30 anos, morreram na madrugada deste domingo, 27 de Junho, na sequência do despiste do automóvel em que viajavam. O violento acidente ocorreu por cerca das 6 horas na rotunda Raemmerech, em Esch-Sur-Alzette, no Luxemburgo. No veículo seguiam outros dois jovens, também de nacionalidade portuguesa, que ficaram feridos. Entretanto, amigos de uma das vítimas mortais estão a lançar uma campanha de solidariedade para custear a transladação do corpo para Portugal.

Vanessa Martins, 19 anos, natural de Oliveira do Bairro e, Rui Almeida, 30 anos, natural de Vila Nova de Gaia, são as vítimas mortais. Rui terá tido morte imediata, enquanto Vanessa terá sido transportada, em estado grave, de helicóptero para o hospital, mas acabou por não resistir aos ferimentos graves que sofreu. Por sua vez, Hugo Neves, que conduzia, e Herlander Duarte, ambos também jovens emigrantes portugueses, sofreram ferimentos, tendo sido hospitalizados, mas sem correrem perigo de vida, segundo refere o jornal Bom Dia, citando fontes relacionadas com as autoridades. Revela o mesmo jornal que um bombeiro, que prestava socorro às vítimas, também sofreu ferimentos, devido a um pequeno incêndio que deflagrou no automóvel acidentado.

Após o acidente começou a circular nas redes sociais uma fotografia, tipo “selfie”, que terá sido tirada pelos quatro jovens, pouco antes do acidente. A imagem terá sido retirada da rede social “Snapchat”, onde foi divulgados pelas vítimas. Entretanto, os amigos de Vanessa Martins lançaram uma campanha de solidariedade com vista a angariar a verba necessária para custear as despesas inerentes com a transladação do corpo e a realização do funeral em Portugal. O jornal Bom Dia refere que a jovem vivia no Luxemburgo, sem qualquer familiar. Trabalhava no café Kanto, na rua Victor Hugo, em Esch-Sur-Alzette, onde se encontra um ponto de recolha de donativos. Com aquela acção, os amigos pretendem ajudar a família de Vanessa Martins a realizar o seu funeral na sua terra Natal, em Oliveira do Bairro, no concelho de Aveiro. #Acidente Rodoviário #Emigração