Já pensou no que acontecerá ao seu corpo depois da sua morte? Não suporta a ideia de caixões? E que tal o seu corpo transformar-se em vida? Parece-lhe bem? Pois bem, o projecto começou a ser desenvolvido pelos designers italianos Anna Citelli e Raoul Bretzel em 2015 e chama-se The Capsula Mundi. A ideia consiste em transformar vida em vida e deixar um pouco de lado o conceito actual de morte, dando uma nova vida aos cemitérios e transformando-os em espaços verdes, renovando um pouco a actual tristeza que os cemitérios transmitem, ideia esta que tem vindo a agradar inúmeras pessoas, independentemente da sua fé.

Actualmente as pessoas preocupam-se cada vez mais com o #Ambiente e com um estilo de vida saudável e sustentável, por isso este projecto de criar "cemitérios verdes" tem gerado cada vez mais fãs.

Publicidade
Publicidade

As vantagens de plantar uma árvore são imensas! Para além de constituírem um dos grandes pilares de vida no nosso planeta, através das árvores podemos obter mais oxigénio, sombra, alimento, calor, etc.

A Cápsula Mundi tem uma forma oval e é constituída por um material biodegradável chamado amido de plástico, na qual o corpo da pessoa é colocado em posição fetal. A cápsula é plantada como uma semente no solo e a árvore, escolhida pela #Família do/a falecido/a ou até pela própria pessoa enquanto ainda é viva, é posta por cima. O corpo de uma pessoa falecida, quando começa em decomposição, produz matéria orgânica, matéria essa que irá fornecer os nutrientes para o crescimento da árvore, O projecto desenvolvido pelos designers ainda não está a ser comercializado, visto que na Itália ainda é ilegal enterrar pessoas desta forma e terá de ser sujeito a uma rigorosa avaliação e ponderação para ser aprovado.

Publicidade

O que é certo é que a ideia de transformar cemitérios em locais verdes e mais alegres e produtivos, já agrada imensas pessoas devido às suas utilidades físicas e emocionais.

No entanto, actualmente, o mesmo projecto já começou a ser comercializado para as cinzas, sendo pedido às pessoas que encomendarem a cápsula para preencherem um questionário a dar uma opinião sobre o produto e o grau de satisfação. As primeiras pessoas a encomendarem a cápsula e a preencher o questionário irão ser contactadas directamente pelos designers do produto!

A ideia de criar as cápsulas surgiu também como alternativa aos caixões de madeira tradicionais, que para serem construídos exigem que o abate de árvores, preservando o meio ambiente - em vez de se abaterem árvores, plantam-se! E os cemitérios seriam, assim, transformados em florestas místicas com inúmeras árvores escolhidas pessoalmente pelas próprias pessoas e suas famílias.

Resta assim dizer que este projecto ficou nomeado, em Fevereiro deste ano, entre os 10 melhores para os prémios Katerva 2017, na categoria Behavioural Change. #Curiosidades