O emprego a longo prazo e estável já deixou de ser uma realidade há muito. Os licenciados raramente conseguem uma oportunidade na sua área e quando conseguem lá têm de aguentar com mais um estágio não remunerado ou um estágio inserido nos programas do IEFP. As alternativas passam por emigrar para um qualquer país ou então viver em casa dos pais enquanto puderem.

 Eu aprendi que existe outra possibilidade: trabalhar a partir de casa. Só precisamos de um computador, internet e algum conhecimento de inglês. Ah...! E vontade de trabalhar!

Existem diversas plataformas que oferecem trabalho online, ou freelance online jobs, em diferentes áreas de especialização, mais ou menos bem pagos, dependendo da língua e do tipo de trabalho, à hora ou valor fixo.

Publicidade
Publicidade

Algumas das que já experimentei são a oDesk, Elance, Freelancer, PeoplePerHour, TranslatorCafe, Proz, Guru, entre outras.

A plataforma mais usada, e por mim preferida, é a oDesk/Elance. Neste momento são plataformas distintas mas em fase de fusão, e é através delas que grandes empresas globais contratam no que toca à localização de produtos e tradução. São plataformas de "mediação", onde um cliente posta uma oferta de trabalho, sempre remoto, e os freelancers (nós) fazem lances (bids) para ganhar o trabalho. Estas plataformas dão garantias aos freelancers que se registam (gratuitamente) protegendo-os e também aos clientes. As plataformas Freelancer e PeoplePerHour já não me agradam tanto, a primeira porque o formato de lances não é muito funcional e a segunda porque cobra uma percentagem mais alta em relação às outras plataformas.

Publicidade

A esta altura já se estão a perguntar: "Percentagem?! Mas então não é gratuito?" O registo é gratuito, e a possibilidade de fazer lances por cada trabalho também. Mas caso consiga ganhar um trabalho, as plataformas oDesk (10%) e Elance (8,75%) retiram uma pequena percentagem sobre o valor final pago pelo cliente. Apesar de a oDesk cobrar mais, também é muito mais fácil ganharem um trabalho nesta plataforma. Na Elance, o vosso sucesso depende muito da vossa reputação, isto é, do vosso histórico na plataforma.

As plataformas TranslatorCafe, Proz e Guru funcionam mais como local de publicação de anúncios de trabalho. É possível registar-se e ter certos benefícios, mas para concorrerem podem até fazê-lo por e-mail. O problema é que aqui estamos desprotegidos e completamente deixados à nossa sorte. É muito fácil nos pedirem um trabalho, depois dizerem que não gostaram e não pagar, especialmente se não forem empresas.

Sobre estes detalhes e outras dicas, irei falar no próximo artigo. Até já!