Segundo um estudo realizado pelo Bareme Internet da Marktest, 15% dos portugueses já veem #Televisão a partir da Internet, o que se traduz num total de 1.219 mil utilizadores. A televisão fixa está a começar a perder terreno para a televisão online. Os adeptos deste género de serviço são jovens entre os 15 e os 34 anos. Há medida que as faixas etárias vão avançando a percentagem vai diminuindo e nem sequer 2% dos idosos são aficionados por aceder a conteúdos televisivos por via da Internet.

O estudo do Bareme Internet da Marktest conclui ainda que entre os utilizadores existem mais homens (20,9%), do que mulheres (8,3%), sendo na classe alta que há mais pessoas a usar este serviço.

Publicidade
Publicidade

Apesar de ser uma tendência a nível nacional, é na região da grande Lisboa que se verifica um maior número de utilizadores.

Chegou a Era 2.0

Se até agora a televisão era o centro da informação, o computador, os dispositivos móveis e a Internet, vieram revolucionar o modo como acedemos ao mundo. Num único aparelho podemos dar uma vista de olhos ao nosso perfil no Facebookassistir à nossa série favorita, e até dar uma olhadela fugaz àquele programa na televisão, sem estarmos condicionados aos anúncios publicitários. Estamos diante da geração 2.0 - jovens que querem ter acesso a tudo e de preferência ao mesmo tempo.

Não é a morte da televisão que está em causa, é a mudança do seu papel principal para um secundário. Sim, porque se em tempos, com a invenção da televisão, deram a morte à rádio, não vamos agora cometer o mesmo erro.

Publicidade

Há espaço para todos, a Internet apenas trouxe mais um acesso.

Os canais de televisão terão obrigatoriamente de se adaptar a esta nova realidade, assim como fez a rádio em tempos e como está agora a tentar fazer a imprensa escrita. Não há como fugir. A chegada de uma nova invenção tecnológica traz mudança nos hábitos das pessoas, e a Internet não é excepção.

A sociedade de hoje é ávida pelo facilitismo, ter tudo num só dispositivo é um ideal utópico que se está a tornar real. Hoje são cerca de 1 milhão os portugueses rendidos à televisão online, mas em poucos anos poderão serão bem mais. O futuro é já amanhã.