Há pouco mais de 100 anos, o meio de transporte terrestre mais evoluído eram os comboios, hoje é o carro. Num futuro não muito distante, os automóveis poderão continuar a fazer história ao serem o primeiro meio de sempre que não necessita de nenhum condutor. Todos os anos, em Las Vegas, na Consumer Electronic Show (CES), o festival dedicado às novidades tecnológicas de consumo, são apresentadas curiosas ideias. Conheça os projetos mais arrojados, apresentados na edição deste ano.

A Mercedes apresentou o F 015 Luxury in Motion, um esboço de um carro que não necessita de condutor. Para além desta originalidade, o interior deste veículo é também novidade, sendo semelhante a uma sala de estar.

Publicidade
Publicidade

Para já, este projeto ainda não tem qualquer perspetiva de entrada no mercado.

A Audi apresenta um sistema de pilotagem que concede durante a maioria do tempo, liberdade ao condutor nas tarefas associadas à condução. Esta funcionalidade, através de distintos modelos, pode ser introduzida ainda este ano. Esta ideia apresenta também um monitor LCD, que concentra o acesso a um conjunto de funcionalidades de gestão dos sistemas do veículo.

A Ford já dispõe de modelos parcialmente autónomos. O Vice-Presidente do Grupo, Raj Nair, revelou na CES que o primeiro carro com alguma independência de condução está próximo de entrar no mercado: "Já estamos a produzir e comercializar veículos semiautónomos que recorrem a software e sensores para orientação da direção em espaços de estacionamento paralelos e perpendiculares, ajuste da velocidade com base no fluxo de tráfego ou aplicação dos travões em situações de emergência".

Publicidade

Este responsável da marca norte-americana, realçou ainda que "a nossa prioridade é fazer o primeiro veículo autónomo Ford acessível para as massas". Mark Fields, CEO da marca, afirmou no evento que a ideia da empresa é ser original: "Estamos a aplicar #Inovação em todas as áreas do nosso negócio, de modo a sermos uma empresa de produto e de mobilidade, com o objetivo último de mudar o modo como o mundo se move, tal como fez há 111 anos o nosso fundador Henry Ford".

A Bosch tem feito com frequência testes de carros autónomos nos Estados Unidos. Na CES de 2015 foi apresentado um conjunto de soluções que pretendem demonstrar como se devem aproximar os novos veículos à Internet, o que permitirá aumentar a segurança. Muitos destes dispositivos já estão no mercado, outras chegam em breve.

Ainda durante este ano, na Europa, várias fábricas vão acolher uma das novidades agora revelada pela Bosch: o auxiliar de condução automática. Esta aplicação pode ser instalada num veículo simples e tem como principal objetivo ajudar os condutores a optarem pelas decisões certas, como por exemplo, reagir espontaneamente a acidentes ou a situações imprevistas.