O início de 2015 está a ser repleto de novidades para o WhatsApp. Depois do lançamento da versão do serviço de mensagens instantâneas para o PC, surge agora a indicação de que a possibilidade de fazer chamadas através desta app, uma das funcionalidades mais desejadas pelos seus utilizadores, poderá estar para breve. A mais recente actualização da aplicação inclui uma pasta chamada "WhatsApp Calls", o que deixa antever que algo está a caminho.

A possibilidade de fazer chamadas através da app, como já acontece desde o início com aplicações concorrentes, como o Line ou o Viber, é um tema que o próprio WhatsApp comentou em repetidas ocasiões.

Publicidade
Publicidade

A indicação era sempre de que chegaria em breve. Finalizado o ano de 2014, todas as apostas indicavam que o início de 2015 seria o momento escolhido pela empresa para lançar o novo serviço de chamadas de voz, assim como a versão para computador.

Para já, uma das previsões foi cumprida: o WhatsApp Web, para PC, foi lançado na semana passada. A outra parece estar muito próxima. Um utilizador do WhatsApp e do agregador de notícias Reddit terá sido o primeiro a alertar para o facto de a mais recente actualização da app para Android incluir uma pasta chamada "WhatsApp Calls". Apesar de essa pasta estar vazia, não deixa de ser o indício de que as novidades poderão não tardar.

No final do ano passado começaram a ser divulgadas as primeiras imagens daquilo que poderá vir a ser o serviço de chamadas de voz do WhatsApp.

Publicidade

Segundo fotos publicadas na página AndroidWorld, a nova funcionalidade parece ser muito simples. Basta escolher a pessoa com quem se quer falar e fazer a chamada. Entre as vantagens, estará a possibilidade de guardar as conversações, para que os utilizadores possam gravá-las e ouvi-las posteriormente e guardá-las no registo de chamadas.

Por enquanto, o WhatsApp não confirmou nem desmentiu esta informação, mas frisou que a sua função de chamadas de voz está prestes a sair para o mercado. Recorde-se que esta funcionalidade foi anunciada pelo CEO da empresa recentemente comprada pelo Facebook, Jan Koum, há cerca de um ano, em Fevereiro de 2014. Desde então, seu lançamento já foi anunciado várias vezes, mas foi sempre adiado. Será desta? #Negócios