Os portugueses passaram em média 246 horas na Internet em 2014. Os dados são de um estudo da Netpanel meter da Marktest e referem-se ao tempo passado na web a partir dos computadores pessoais. No mês de dezembro de 2014, os internautas portugueses visitaram cerca de 6,4 mil milhões de páginas, ou seja, em média cada um acedeu a 1169 sites. Estes valores poderiam tomar outras proporções caso tivessem sido contabilizadas as páginas visitadas a partir do local do trabalho.

A sociedade está cada vez mais dependente da Internet e várias investigações têm vindo a comprovar que os mais jovens podem até estar a desenvolver alguma dependência. Fique então a conhecer o top 3 das páginas mais visitadas pelos portugueses em dezembro de 2014. Em primeiro lugar está o #Google. A ferramenta que muitos consideram ser crucial para pesquisas, esclarecimentos, lazer e trabalho. Em segundo, está o Facebook e, percebe-se pelos números que o social domina as preferências dos portugueses. O número três vai para o motor de busca dos vídeos de música, fenómenos de todas as espécies, insólitos, humor ou até tristezas, o YouTube.

O estudo da Netpanel meter da Marktest revela que "em número de horas, a navegação ao longo do mês de Dezembro superou as 113 milhões de horas, tendo cada utilizador despendido, em média, 20 horas e 41 minutos na Internet." É no final do dia que o tráfego de acesso à web aumenta, atingindo o pico por volta das 9 da noite. A região do país que regista um maior número de acessos é a da Grande Lisboa. Os portugueses entre os 25 e os 34 anos são os que mais acedem.

Os portugueses passam, em média 10,25 dias por ano na Internet, mas isto quando acedem a partir dos computadores pessoais. Os números revelam uma nova tendência mundial à qual os portugueses se encaixam. Os utilizadores acedem à Internet cada vez mais, mas a partir dos smartphones e tablets. Uma vez que com eles podem estar ligados ao mundo na rua, no local do trabalho, na fila de trânsito ou no metro a caminho de casa.