É oficial, a partir de hoje já é possível fazer o download do Office para tablets com sistema operativo #Android. Durante vários meses, apenas os utilizadores do iPhone, iPad e iPod puderam experimentar o uso do Microsoft Office nos seus aparelhos. Contudo, essa experiência foi alargada. A nova versão permite aos usuários criar e editar documentos em Word, PowerPoint e Excel, tal como já era possível nas versões iOS.

Após um período experimental de três meses, o novo serviço foi anunciado por Kirk Koenigsbauer, representante da Microsoft, através de um comunicado lançado pela empresa. Segundo Koenigsbauer, este será um serviço pioneiro que permitirá re-inventar a experiência de usar o Office.

Publicidade
Publicidade

A nova funcionalidade terá um serviço para sincronizar os documentos criados nos tablets com o serviço OneDrive, de modo a que sejam acessíveis noutros computadores e permitindo aos utilizadores trabalharem em qualquer lugar. A Microsoft também estabeleceu uma parceria com a Dropbox. As versões para iOS e Android foram desenhadas através do mesmo código e, por esse motivo, não haverão diferenças em termos de funcionalidades.

Contudo, para poder desfrutar desta experiência existem alguns requisitos. Para executar o software é necessário que o aparelho tenha uma tela de, pelo menos, 7 polegadas e que possua, no mínimo, um processador com capacidade de 1 GB de RAM. Tal como acontece com as aplicações iOS lançadas no ano passado, o Office é de utilização gratuita no Android, embora certas características premium exijam uma subscrição do Office 365.

Publicidade

Em qualquer um dos casos é necessário ter uma conta da Microsoft.

A Microsoft revelou que as versões do Office para iPhone e iPad tiveram um enorme sucesso, alcançando 80 milhões de pessoas em todo o mundo. Por seu turno, a versão experimental para Android - que teve a duração de três meses - gerou cerca de 250 mil downloads em mais de 110 países. A aplicação deve estar disponível no Google Play Store ao longo das próximas horas. Com o lançamento de hoje, a Microsoft expande, assim, a utilização do Office às principais plataformas móveis. #Inovação