Se tem um bebé que chora mais do que três horas seguidas, mais do que três vezes por semana e estes episódios já duram há algum tempo, não deixe que o desespero tome conta de si. O mais provável é tratarem-se de cólicas, o pesadelo de todos os pais. Este estado não escolhe sexo nem idade. É comum tanto nos filhos mais velhos como nos mais novos, tanto nos rapazes como nas raparigas, tanto nos bebés que estão a ser amamentados como naqueles que bebem leite de fórmula. Cerca de 20% de todos os bebés têm cólicas, sendo um problema que surge normalmente a partir das duas a quatro semanas de vida.

É normal que um bebé chore por estar com fome, por se sentir molhado, com medo ou cansado, mas quando uma criança com cólicas chora interruptamente, não há palavras que consigam descrever na plenitude este cenário.

Publicidade
Publicidade

Tem feito de tudo para tentar aliviar as cólicas do seu bebé? Não se preocupe mais. Foi a pensar nestes momentos de desespero que surgiu uma ideia revolucionária que foi apresentada na edição de 2015 do CES International, a decorrer em Las Vegas, nos EUA. Trata-se de um porta-biberão visto como inteligente que, de acordo com os responsáveis da empresa francesa Slow Control, evita as cólicas dos bebés e disponibiliza aos pais um conjunto de informações valiosas.

Chama-se "Baby G1G1" e este não é um nome escolhido por acaso. Se reparar, esta designação está a tentar copiar o som que as crianças fazem quando estão a mamar. Sendo emparelhado com o biberão, este acessório de plástico monitoriza o comportamento alimentar das crianças. A par disso, este equipamento está ainda desenhado para determinar a quantidade de leite e a velocidade com que o bebé está a bebê-lo e, a partir de um sensor, identifica ainda a posição ideal para colocar o biberão de modo a que o bebé não engula ar, evitando assim as tão complicadas cólicas.

Publicidade

Em termos práticos, se o ângulo estiver adequado, o acessório acenderá uma luz verde. Pelo contrário, se estiver numa posição incorrecta, uma luz vermelha servirá como alerta.

Mais inovador ainda. Este acessório poderá ser associado a uma aplicação móvel. Para quê? Se o bebé estiver ao encargo de uma ama, serão enviadas informações para os smartphones dos pais acerca do tempo que demorou a alimentação e do volume de leite ingerido.

Com a promessa de estar disponível no mercado no próximo mês de Outubro, este porta-biberão precisa de apenas três pilhas para estar em perfeito funcionamento e terá um custo aproximado de 100 euros. Diga adeus às cólicas. #Inovação #Família