Escrever para a internet tornou-se mais difícil e mais fácil. Mais difícil, porque é necessário respeitar um conjunto de regras de forma a que os motores de pesquisa (principalmente o Google) e os leitores sintam que o artigo é interessante, que vale a pena ler e partilhar. Mais fácil, porque os motores de pesquisa valorizam cada vez mais o conteúdo - e portanto não vale a pena apostar em técnicas para enganar o Google; fazer SEO (Search Engine Optimization, optimização para motores de pesquisa) é mesmo escrever bons artigos. Veja algumas dicas essenciais para o fazer.


Utilize as keywords de uma forma equilibrada. Se colocar demasiadas keywords, como se fazia antigamente para que o motor de pesquisa as encontrasse em abundância, tal poderá penalizar a sua classificação - o Google entenderá que se trata de uma tentativa de o enganar (uma prática negativa de SEO)  ou simplesmente de um texto mal construído. Mas se nem as utilizar, o artigo poderá até nem ser registado pelo motor de pesquisa. 

Use linguagem simples e que vá direta ao assunto. Os leitores na internet lêem de forma rápida e "saltam" entre várias distracções (outro site que se abre, uma pesquisa que se faz no Google, um e-mail que chegou, uma actualização no Facebook, etc.). É preciso utilizar ideias fortes e fáceis de captar, em 2 segundos.

Esqueça a escrita só-para-colocar-keywords e elabore textos com princípio (introdução), meio (desenvolvimento) e fim (conclusão). Os motores de pesquisa estão cada vez mais semânticos, isto é, capazes de entender o significado dos textos, e não apenas o número de keywords. Um texto bem estruturado não só consegue melhores resultados nos motores de pesquisa, como será mais interessante para os leitores.


Dedique tempo ao título, à meta descrição e ao subtítulo. Não só são pontos essenciais na avaliação que o Google vai fazer do seu artigo, mas também na avaliação dos leitores. Um título apelativo, que chame a atenção, é o que vai decidi-lo a clicar para abrir o conteúdo. O conteúdo do artigo pode ser óptimo - mas se o título não atrair o leitor, ele não chega lá.


Nunca esqueça a imagem. O Google valoriza artigos com pelo menos uma imagem a ilustrar, sabendo que a internet é um meio muito visual. Nesse sentido, a fotografia vai ajudar a captar a atenção dos leitores para o seu texto, tanto como o título.


Para terminar, uma dica "externa" à internet: se tem pouca experiência de escrita, leia. Leia muito. Leia todo o tipo de literatura. Romances clássicos, jornais diários, websites, revistas especializadas, contos infantis, crónicas, artigos de fundo na internet, artigos de opinião, etc. Nada substitui uma boa "bagagem" de experiência de leitura, na hora de passar à escrita.