Um ponto prévio: escrever para a internet tem como base os mesmos princípios da escrita para qualquer tipo de suporte. Ou seja, os textos devem ser claros, apelativos e bem construídos, de forma a que o leitor seja cativado para a sua leitura e termine o texto com a sensação de que recebeu informação útil e credível.

Assim, é essencial respeitar regras de pontuação e ortografia e construir frases claras e informativas, que possam ser percebidas à primeira leitura. Nada incomoda mais um leitor do que um texto com erros ortográficos, ideias confusas ou pontuação incorrecta. Os correctores ortográficos do Word ou de outro programa semelhante e sites como o Flip ou Priberam são ferramentas úteis e facilmente acessíveis, que devem ser utilizadas regularmente por quem se preocupa com a qualidade final do seu trabalho.

Publicidade
Publicidade

Outra regra fundamental é a apresentação que, tal como a escrita, deve ser cuidada. As ideias devem ser separadas em parágrafos, que não devem ser excessivamente longos. É essencial perceber que os leitores não querem gastar muito tempo na leitura de um artigo, pelo que este não deve ser muito longo nem apresentar blocos de texto demasiado grandes.

Pelo mesmo motivo, o título, o sub-título e o primeiro parágrafo do texto devem conter o essencial da informação a ser transmitida. Estes três elementos são como que um cartão-de-visita para o seu texto: será a partir deles que o leitor decide se vale a pena continuar a ler ou se passará para outro artigo ou para um vídeo mais interessante. Devem responder a perguntas essenciais a qualquer conteúdo informativo: Quem, onde, quando, o quê, como e porquê.

Publicidade

Na internet, tal como em várias áreas da vida, a credibilidade é fundamental. Queremos confiar no que lemos e acreditamos que a informação que nos é dada é verdadeira e fidedigna. Se lermos um artigo de um autor que erra nos factos ou que nos transmite informação pouco credível, dificilmente voltaremos a ler algo escrito por essa pessoa.

Como se constrói esta credibilidade? Escrevendo sobre assuntos que dominamos e verificando informações sobre as quais tenhamos dúvidas. Se não acompanha a situação no Médio Oriente ou se não tem qualquer interesse na política económica da União Europeia, dificilmente conseguirá escrever um bom texto sobre qualquer um destes temas. Se mesmo assim quiser arriscar, o melhor será ler bastante sobre o tema que irá abordar. O mesmo se passa com datas, nomes e outros factos. Devem ser sempre verificados, de preferência através de várias fontes de informação. Nem tudo o que está na Wikipédia é verdadeiro e nem toda a informação disponível na internet é fiável.

Publicidade

Não se esqueça que o seu texto vai ser lido por vários tipos de público e que, caso escreva algo que não está correcto, poderá receber comentários pouco favoráveis.

Releia atentamente os textos antes de os publicar, verifique se incluem as palavras-chave mais importantes e se são facilmente perceptíveis pelo leitor. Uma dica: leia os textos em voz alta. Se algo não lhe soar bem, muito provavelmente terá de fazer alterações.