Desde o ano passado que os utilizadores esperam esta atualização; alguns, muito raros, já a utilizaram há algumas semanas; mas agora, o lançamento das chamadas de voz no WhatsApp torna-se oficial. De momento, somente algumas pessoas foram prendadas com esta nova funcionalidade que se expandirá a "convite". Isto é, poderá estar bloqueada no seu smartphone até que alguém lhe envie um pedido de chamada de voz via WhatsApp.

Quando a atualização se estender a todos os utilizadores, o WhatsApp não ficará mais atrás da concorrência (Viber, por exemplo) e diminuirá um pouco a dependência das operadoras. Até então, era já possível fazer chamadas de voz via WhatsApp, mas através do próprio telemóvel e com custos monetários.

Publicidade
Publicidade

Contudo, agora será possível ligar a um amigo, familiar ou colega de trabalho através do WhatsApp sem custos, desde que esteja ligado a uma rede Wi-fi.

Esta novidade está presente na versão 2.11.528 distribuída pelo Google Play e na 2.11.531 que pode ser baixada através site oficial do WhatsApp, mas nem todos os utilizadores terão acesso à mesma sem um "convite especial". Apesar desta funcionalidade já estar presente na grande maioria dos aparelhos, precisará ainda deste mesmo convite para ficar realmente operacional. De acordo com o Android Police, a partir do momento em que alguém recebe um telefonema de outra pessoa via Whatsapp, ficará com a atualização desbloqueada e poderá também efetuar chamadas para outrem. Deste modo, a funcionalidade será disponibilizada de uma forma moderada, permitindo um maior controlo dos bugs generalizados.

Publicidade

Note-se que a atualização disponibilizará um novo botão de chamadas de voz, diferente do tradicional que utilizava o próprio telemóvel para efetuar as mesmas. Para além disso, o WhatsApp será divido em abas, havendo assim um separador entre as chamadas de voz e as conversas de texto. É também importante ter em atenção que, caso utilize os dados móveis (internet do próprio telemóvel), os custos poderão ser algo elevados e que o melhor é sempre ligar-se a uma rede Wi-fi, seja a da sua própria casa, do local de trabalho ou até de um local público.