No dia 14 de abril, investigadores afirmaram que o núcleo do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko não é magnetizado, como se pensava anteriormente. Os investigadores adiantaram ainda que a cauda do cometa (poeiras e gases), formada à medida que este se aproxima do sol, tem quantidades importantes de ferro (Fe). Este ferro relaciona-se com a magnetita (Fe3O4), que é um mineral magnético. Se as características deste cometa forem as mesmas dos outros astros do sistema solar, esta notícia vem fazer cair por terra, ou pelo menos minimizar, a importância de uma teoria fundamental da formação dos astros do sistema solar, pois pensava-se que o magnetismo era um ponto fulcral da formação destes.

Publicidade
Publicidade

A 12 de novembro de 2014, um robô batizado de Philae, foi lançado a partir da sonda da Agência Espacial Europeia (ESA) Rosetta, acabando por aterrar no cometa, 7 horas depois. Atualmente, o cometa está a aproximar-se do sol. Um dos objetivos do Philae é tentar recolher dados sobre a geologia, formação e ainda sobre a atividade do cometa à medida que este se aproxima do sol. Philae teve uma aterragem inicialmente difícil, porque os arpões para a fixação no solo não foram devidamente lançados. No entanto, o que inicialmente se pensava ser um problema, acabou por beneficiar a investigação pois, com esta aterragem, foi assim possível reunir as medições precisas do campo magnético do cometa.

No entanto, outro problema surgiu. Desde 15 de novembro de 2014 que o robô se encontra inativo/adormecido na superfície do cometa.

Publicidade

Esta inatividade surgiu, devido ao fato de Philae funcionar a energia solar e se encontrar numa zona onde a energia que chega não é suficiente para recarregar as baterias. Philae estava equipado com uma bateria que durava cerca de 60 horas, e com esta bateria conseguiu enviar para a Rosetta uma gama preciosa de dados, o que permitiu aos investigadores chegar à conclusão de que o cometa 67P não é magnético. O cometa é um dos corpos celestes mais antigos do universo, sendo um aglomerado de poeira primordial e gelo, que orbita elipticamente em torno do sol.