As baterias de alumínio estão hoje mais próximas de serem comercializadas. Uma equipa de investigadores da Universidade Stanford, nos Estados Unidos, afirma ter produzido a "primeira bateria de alumínio de alto desempenho, longa duração e baixo custo". Estas baterias têm como principais vantagens o tempo de recarga (1 minuto), a flexibilidade e o baixo risco de incêndio. Enquanto a sua comercialização não é uma realidade, saiba como prolongar o tempo de vida útil da bateria dos seus equipamentos electrónicos preferidos.

Velho vs Novo

Durante anos foi nos dito que devíamos deixar a bateria do nosso telemóvel chegar ao fim até o voltarmos a carregar sobre pena de viciar a bateria do nosso telefone.

Publicidade
Publicidade

Hoje, isto não é mais verdade. Os equipamentos electrónicos de agora usam baterias de lítio que não sofrem do problema da viciação. Pelo contrário, se deixarmos estas baterias descarregar na totalidade estaremos a prejudicar a sua autonomia. Deste modo, devem ser feitas descargas graduais (até os 50% / 70%) e o equipamento deve ser ligado novamente à corrente.

Variações de temperatura

Temperaturas demasiado altas (ou então demasiado baixas) podem danificar as baterias dos seus equipamentos, reduzindo assim o seu tempo de vida. Se costuma usar o seu portátil ligado à corrente, uma forma de impedir o sobreaquecimento da sua bateria é retirando-a do computador. Evite ainda utilizar o seu tablet ou o smartphone enquanto este se encontra a carregar.

Manutenção

  • Se por algum motivo precisar de guardar o seu portátil, tablet ou smartphone por um longo período de tempo faça-o com a bateria entre os 50% e os 60% da sua capacidade. Caso o faça com a bateria descarregada (ou então totalmente carregada) poderá ter problemas de autonomia quando voltar a ligar os equipamentos.
  • Por seu turno, os computadores portáteis quando usados ligados à corrente devem ver as suas baterias descarregadas de vez em quando. No entanto, a Apple discorda desta directiva, por isso se possui um Macbook evite deixar a sua bateria descarregar.

Estes cuidados ajudam-no a manter a autonomia dos seus equipamentos electrónicos em valores aceitáveis durante mais algum tempo, no entanto não há milagres.

Publicidade

Há medida que o tempo passa, a autonomia das baterias de smartphones, tablets e computadores portáteis desgasta-se. Alguns fabricantes dão conta de uma diminuição de 20% da autonomia das suas baterias ao fim de 300 a 500 ciclos. Nesta altura, a bateria poderá continuar a ser utilizada, mas a sua performance será inferior. É então momento de pensar adquirir um novo equipamento ou uma nova bateria.