A polícia japonesa anunciou uma mega infecção informática em computadores japoneses e computadores localizados noutras partes do planeta. Trata-se de um astuto vírus informático que sonega informação bancária e de cartões de crédito, anunciou a Reuters, citando a polícia de Tóquio. São ao todo 82.000 computadores infectados com o vírus difundido on-line que se chama "Vawtrak". Só no Japão estão 44.000 desses computadores; os outros estão em países da Europa, América do Norte e Ásia. Enquanto a polícia de Tóquio está responsável pela investigação dos computadores japoneses, a Interpol está encarregue da investigação da situação internacional dos outros 38.000 computadores.

O Vawtrak está apto a copiar palavras-passe, que são roubadas durante as transacções bancárias on-line. Assim que é obtida a palavra-passe, o dinheiro é transferido para outras contas. A empresa de Software Trend Micro comentou a ocorrência e confirmou que "há um crescente ataque de malware (vírus) aos bancos japoneses". Para além do Vawtrak, a Micro Trend refere um outro vírus em circulação, o TSPY_AIBATOOK, ambos instrumentos informáticos aptos para sonegar credenciais bancárias e informações de cartões de crédito. O Vawtrak foi descoberto em 2013. A Micro Trend refere que o programa tem desenvolvido, desde então, competências para efectuar roubos cada vez maiores.

A polícia japonesa está a resolver a situação, mantendo-se em contacto com os utilizadores dos computadores infectados. E com a ajuda da empresa SecureBrain Corp, a polícia de Tóquio conseguiu exterminar o vírus em alguns computadores. O Japan News também revelou que as autoridades conseguiram controlar um servidor que difundia o vírus para os computadores infectados e estão a usá-lo para neutralizar outros terminais do vírus. A polícia japonesa divulgou que, só no ano passado, foram registados 24 milhões de dólares em transferências não autorizadas.

A notícia vem ao encontro de uma série de outras, recentemente divulgadas, dando conta que hackers têm roubado milhões de dólares na Rússia, o que tem exposto a vulnerabilidade do sistema informático bancário O canal Rússia Today também noticiou recentemente uma investigação da Kaspersky Labs em que se encontraram ligações directas da NSA ao grupo de hackers "Equation Group", em que os vírus informáticos são usados para terrorismo financeiro internacional.