Os engenheiros holandeses são unânimes, a experiência foi um sucesso e ultrapassou as melhores expectativas. Na cidade holandesa de Krommenie, nos arredores de Amesterdão, foi construída no ano passado uma ciclovia, de 70 metros, com painéis solares e em seis meses foram produzidos mais de 3.000kwh, o suficiente para alimentar uma casa durante mais de um ano. "Se traduzirmos estes números para o rendimento anual, esperamos que sejam produzidos mais de 70kwh por metro quadrado, num só ano" afirmou, orgulhoso, Sten de Wit, porta-voz da SolarRoad - empresa que ajudou a desenvolver o produto - à Aljazeera. O Governo holandês está também envolvido neste projecto inovador de energia solar.

Publicidade
Publicidade

"Podemos concluir que tivemos um primeiro semestre muito bem sucedido", disse Arian de Bondt, diretor da Ooms Civiel, uma das empresas que trabalhou neste projecto piloto. Os painéis solares foram conectados aos medidores inteligentes, de forma a optimizar a sua produção e, consequentemente, alimentar a electricidade para a iluminação pública. Até agora, mais de 150.000 ciclistas atravessaram esta pequena ciclovia "solar".

"Pode passar um camião de bombeiros, de 12 toneladas, por cima dos painéis que não haverá qualquer dano", disse Arian de Bondt. A ideia final do grupo que desenvolveu o projecto é mesmo essa: poder utilizar os painéis numa estrada onde exista tráfego de cargas e de veículos. Para se lidar melhor com essa situação, foi feito "um conjunto de revestimentos suficientes", explicou Stan Klerks, cientista do grupo de pesquisa holandês TNO, à Aljazeera.

Publicidade

O material utilizado tem uma duração que pode ir entre os 20 e os 25 anos. Os cientistas e os investidores prevêem ainda que o investimento tenha retorno nos próximos 15 anos, o que torna este produto não só mais amigo do #Ambiente como também economicamente sustentável. O grupo está agora em conversações com os conselhos locais holandeses, para que a tecnologia posa ser implementada noutras províncias. Foi também assinado um acordo de cooperação com o Estado norte-americano da Califórnia. #Inovação #Vida Saudável