O Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa abraçou este projeto há cerca de um ano. Atualmente, este robô social habita na pediatria com o objetivo de interagir com os pacientes. Este projeto foi criado e coordenado pelo Instituto Superior Técnico. Foi aqui que o robô MBOT foi chamado de Gasparzinho e até hoje o nome ficou.

Até à data, o projeto do robô assume um papel de grande importância neste hospital no âmbito da interação em grupo. Filomena Pereira, médica no IPO, afirma que a chegada do Gasparzinho aumentou a possibilidade "das crianças serem crianças" e tenta combater o isolamento que, muitas vezes, acontece quando estas estão fragilizadas. O projeto começou a ser criado em 2013 e tinha como principal objetivo que os doentes tivessem um "companheiro de brincadeira" em contexto real e, ao mesmo tempo, realizassem atividades lúdicas e educativas. O aspeto do robô foi pormenorizadamente pensado, com base num inquérito e desenhos de 119 crianças e adolescentes de diversas escolas do nosso país.

Gasparzinho - como é carinhosamente tratado, não só pelas crianças mas também pelos adultos - tem como objetivo participar em três diversas áreas de atuação: ser assistente na sala de aula do IPO; ter capacidade de brincar e fazer vários jogos com os meninos; e, por fim, ter a função de interagir e entreter as crianças e jovens nos corredores. Com resultados positivos e mudanças substanciais no ambiente do hospital, o robô tem sido uma mais-valia para a enfermaria pediátrica e tem feito as delícias das crianças e jovens. Desde que foi implementado no IPO, que os técnicos têm vindo a fazer algumas mudanças no aparelho para aperfeiçoar as suas capacidades sociais.

João Sequeira, do Instituto Superior Técnico, afirma que Gasparzinho teve uma receção bastante calorosa, quer por parte dos jovens hospitalizados, quer dos próprios pais e até mesmo das pessoas que trabalham no IPO. O robô ainda não tem as capacidades todas atualizadas, sendo que, no futuro, os técnicos tem como objetivo que Gasparzinho consiga projetar um tabuleiro no chão e jogar com as crianças e, ainda mais importante, conseguir controlar as crianças que correm no corredor. #Inovação #Vida Saudável

31 de Janeiro de 2016 é a data de finalização prevista para que Gasparzinho seja uma presença constante no IPO.