Esta quarta-feira, dia 29 de julho, foi oficialmente lançado o novo sistema operativo da Microsoft. Considerada a melhor atualização da história da empresa, irá ser disponibilizada gradualmente e de forma gratuita a todos os utilizadores do Windows 7, 8 ou 8.1, seja em smartphones, tablets ou computadores. Inerente a ela estão algumas novidades, como é o caso do novo browser (navegador), designado Edge, e da Cortana, a assistente pessoal da Microsoft, concorrente direta da Siri da Apple. Também o Menu Iniciar regressa a esta nova versão, algo que havia sido extinto na anterior.

O novo sistema operativo da Microsoft, preparado cuidadosamente durante vários anos e esperado há alguns meses por muitos, já pode ser adquirido pelos utilizadores do Windows 7, 8 ou 8.1 de forma gratuita.

Publicidade
Publicidade

Os que não tenham as versões Windows 7, 8 ou 8.1, que não consigam esta atualização gratuita no prazo de 1 ano e ainda aqueles que tenham versões não genuínas do Windows, caso pretendam o Windows 10, terão que pagar pelo mesmo, sendo os custos 109 euros e 182 euros para as edições Home e Pro, respetivamente. Existe ainda a possibilidade de fazer upgrade do Windows 10 Home para o Windows 10 Pro pelo custo de 89 euros.

O Windows 10 traz novas funcionalidades ao mundo tecnológico. O menu Iniciar está de regresso e passa agora a ser uma mistura do menu Iniciar do Windows 7 com o menu Iniciar do Windows 8. Para além disso, a Microsoft lançou a Cortana, uma assistente de voz da Microsoft que, apesar de ainda só estar disponível para os idiomas francês, italiano, alemão, espanhol, inglês (EUA / Reino Unido) e mandarim, prevê-se que esteja disponível em português no próximo ano.

Publicidade

Com ela é possível fazer buscas na internet e realizar muitas outras atividades.

O novo browser, Microsoft Edge, é também uma novidade deste sistema operativo. O mesmo permite ao utilizador interagir diretamente nos sites da Internet (escrever notas, etc) e guardar artigos ou notícias para ler mais tarde. Por último, e não menos importante, temos também o Windows Hello, um aplicativo que cede a possibilidade de iniciar sessão, com reconhecimento de dados biométricos, não sendo por isso necessária password.

A empresa norte-americana traçou dois grandes objetivos com a criação do Windows 10. Uma das metas consiste em atingir mil milhões de utilizadores do novo sistema operativo a médio prazo (entre dois a três anos). Para além disso, a Microsoft ambiciona corrigir os erros do Windows 8 que foram massivamente criticados pela grande parte dos utilizadores. #Inovação