Dada a revolução que se tem vindo a sentir no mercado das câmaras fotográficas, não é de estranhar que as marcas venham a reformular as suas gamas, de modo a apresentarem propostas de qualidade superior que caibam na palma da mão. A Canon é uma dessas marcas atentas ao mercado, e agora, diz o site TeK, apresenta três novos modelos: a G9X e G5X para o segmento de compactas avançadas, e a M10 para reforçar a presença no segmento das câmaras híbridas.

Comecemos pelo modelo G9X. É um equipamento point-and-shoot com um sensor fotográfico de 20,2MP, que se assume como uma proposta muito portátil e compacta, ou seja, o modelo perfeito para quem pretende libertar a sua criatividade com uma câmara de bolso premium.

Publicidade
Publicidade

A objectiva grande angular de 28 mm f/2-4.9 e zoom óptico de 3x permite fotografar imagens nítidas com grandes detalhes, mesmo em movimento e com condições de luminosidade desafiantes. É 25% mais fina do que a PowerShot G7X e traz também um écran táctil de 3 polegadas que permite um controlo simples e criativo de todas as funções e definições da câmara.

Como vem sendo habitual, consegue captar vídeos em Full HD e a 60fps de modo estável, graças ao estabilizador de imagem dinâmico e avançado de 5 eixos. Claro que também inclui uma série de modos criativos avançados e opções de conectividade para que, graças ao Wi-Fi ou NFC, consiga partilhar com toda a gente as suas criações.

Passando para o modelo G5X, este é uma versão mais poderosa e ideal para entusiastas que querem controlos tipo DSLR e qualidade de nível profissional.

Publicidade

A objectiva grande angular de 24 mm f/1.8-2.8 com zoom de 4.2x e abertura de 9 lâminas e o sensor fotográfico de 20,2MP facilitam a captura de fotografias com efeitos bokeh e fundo desfocado.

O visor electrónico OLED rotativa de alta definição oferece uma utilização tipo DSRL, permitindo explorar variadas opções e definições de fotografia, para que se torne mais fácil tirar fotos incríveis de ângulos únicos. De resto, esta G5X faz tudo o que a G9X faz, incluindo captura de vídeos Full HD e partilha dos mesmos via Wi-Fi e NFC, mas com ainda mais qualidade.

Por último, mas não menos importante, a Canon também apresentou um modelo mirrorless, a M10, que suporta objectivas e com a garantia de que a imagem não é “reflectida” por um espelho. O objectivo desta híbrida é angariar potenciais utilizadores de entrada de gama que desejam uma máquina com qualidade de reflex, de lentes intermutáveis, mas de muito fácil utilização.

Tem o mesmo sensor APS-C Hybrid CMOS AF II que podemos encontrar em recentes SLR, ou seja, com 19MP, e tem um sistema de foco com 49 pontos que alia a precisão dos sistemas de contraste com a velocidade dos sistemas de detecção por fases.

Publicidade

Já o processador DIGIC6 autoriza ainda uma cadência de 4.6fps, captando mais luz em cada pixel, ao mesmo tempo que reduz o ruído da imagem.

Outra mais-valia do modelo é o seu écran LCD táctil de 3 polegadas posicionável, isto é, rotativo até 180 graus, para alcançar ângulos mais difíceis ou fotografias junto ao solo sem perder nenhum detalhe. Ah, e quando o écran é colocado a 180 graus, a câmara inicia automaticamente o Self Portrait Mode para conseguir selfies com a máxima qualidade. É ainda capaz de gravar vídeos em Full HD a 30 fps ou vídeos em HD a 60 fps.

Quanto a preços, a G9X irá custar 529 dólares, o equivalente a 500 euros, a G5X terá um preço de 799 dólares, cerca de 750 euros e a M10 custará 600 dólares, algo como 550 euros. Todos os modelos chegam ao mercado internacional em Novembro, mas a marca não divulgou o lançamento dos três modelos em território nacional. #Inovação