A Google decidiu hoje, 19 de Janeiro, homenagear Sophie Taeuber-Arp, uma das figuras mais proeminentes na arte do século XX. Para assinalar o 127º aniversário da artista suíça, a Google criou um dos seus famosos Doodle, que figura hoje na página principal do motor de busca mais famoso do mundo.

Mas afinal quem era Sophie Taeuber-Arp?

Foi com o movimento de vanguarda artístico moderno do dadaísmo que Taeuber-Arp se celebrizou. Além de ter acompanhado o seu surgimento em Zurique, a artista abstracta acabaria mesmo por tornar-se numa das principais figuras deste movimento ao qual se juntou em 1915. O movimento Dada foi uma espécie de resposta às milhões de mortes da Primeira Guerra Mundial e caracterizava-se pela utilização de materiais fora do comum e de forma abstrata, com grande recurso às formas geométricas.

Publicidade
Publicidade

Foi também durante a sua estadia em Zurique, onde foi docente na Escola de Arte e Ofício, que conheceu o escultor e pintor francês Hans Arp, que viria a tornar-se no seu marido.

Taeuber-Arp nasceu em 1889 em Davos, na Suíça, como Sophie Henriette Gertrude Taeuber, filha de um farmacêutico que morreu quando ela tinha apenas dois anos de idade. Entrou para o mundo das artes com os estudos na Escola de Arte Aplicada de Hamburgo. Tornou-se uma das principais artistas femininas do século XX ao conseguir abranger uma grande variedade de áreas como a pintura, desenho, tecelagem, as marionetes ou a dança, conseguindo sempre encontrar uma ligação entre as #Artes plásticas e as artes aplicadas.

Ao longo dos anos a artista foi criando um vasto espólio que chegou a ser exibido em grandes palcos, como foi o caso da exposição internacional de Arte Abstrata e Tendências Construtivas, de 1928.

Publicidade

Com a chegada da Segunda Guerra Mundial, Sophie Taeuber-Arp refugiou-se com o marido em Grasse, no sul de França, local que veria a artista criar grande parte do seu espólio conhecido. No entanto, fugindo da ocupação nazi, o casal acabou por regressar a Zurique em 1942.

A artista suíça morreria no ano seguinte, no dia 13 de janeiro de 1943, devido a uma intoxicação por monóxido de carbono, provocada por um fogão estragado. #Google