Quando a Niantic lançou o Pokémon Go, não sabia o que lhe esperava. Centenas de milhares de pessoas aderiram ao jogo, ruas e avenidas foram cortadas para apanharem os demais Pokémons e, desde então, o jogo tornou-se numa espécie de desporto do século XXI, ou não tivessem os jogadores que andar quilómetros para descobrirem que ser estavam a gerar nos seus ovos. Contudo, tanta euforia levou a que muitas pessoas não zelassem pela sua #Segurança e pela dos outros, como ter em conta o código da estrada, por exemplo, o que originou que os utilizadores jogassem enquanto conduziam, levando a vários acidentes de viação.

A Niantic, empresa criadora do #Pokémon Go, nas diversas atualizações, foi lançando vários alertas, com o objetivo de evitar verdadeiras tragédias, mas que eram muitas vezes ignorados.

Publicidade
Publicidade

Assim sendo, e para zelar pelo bem-estar das outras pessoas, a empresa, na última atualização do jogo, levou as coisas mais a sério e impossibilitou que todos os jogadores pudessem jogar durante a condução.

Como é que funciona?

Assim que abrir o jogo e enquanto tiver a aplicação a correr, será detetada a que velocidade vai, e caso atinja aproximadamente os 50 km/h, deixarão de aparecer Pokémons. Mas esta não é a única penalização; a distância percorrida também não irá contar para a incubação dos ovos e o Buddy Pokémon deixará de ser registado.

Antes da Niantic tomar esta atitude radical, já havia o registo da velocidade a que os jogadores iam enquanto estavam a jogar e foram lançados vários alertas. Mas os mesmos podiam ser ignorados apenas com um clique, assumindo assim que o jogador não estava a conduzir. Com este recurso, os aficionados não poderão conduzir e jogar em simultâneo, ainda que existam outras soluções para contornar esta medida como não atingir os 50 km/h.

Publicidade

Como tudo, esta atualização também tem o seu lado mau e traz algumas desvantagens para aqueles que até cumprem as normas. Isto porque mesmo indo à pendura, de autocarro, metro ou outro meio de transporte, será também bloqueado. #Tecnologia