Como já foi referido no artigo anterior, foram mais de 1000 startups de vários cantos do planeta que estiveram presentes neste Web Summit [VIDEO], entre as quais 67 eram portuguesas. Perante vários investidores que estiveram presentes, entre os quais se destacam também algumas multinacionais que incluem programas de apoio às startups, muitos apostaram forte para convencer que as ideias que apresentaram são excelentes oportunidades de investimento.

Outra das formas das startups ganharem investimento era submeterem as suas ideias ao concurso “PITCH”, um concurso promovido pelo próprio #Web Summit e cujo vencedor é escolhido por um painel de investidores e por um conjunto de meios de comunicação influentes que decide qual a melhor ideia entre 200 concorrentes.

Publicidade
Publicidade

Estas empresas apresentam também as suas ideias aos visitantes do evento. Este ano a grande vencedora foi a startup dinamarquesa Kubo Robot, um projeto dedica-se ao ensino de tecnologia robótica a bebés e crianças. No passado, este prémio já foi atribuída a uma startups portuguesa em 2014, a Codacy. #Web Summit 2016 #Tecnologia & Inovação