O #Facebook é uma rede social que se tornou numa das maiores ferramentas de recolha de dados pessoais da internet. O Facebook está a monitorizar tudo o que os seus utilizadores consultam, gostam, visitam e comentam, a fim de traçar o seu melhor perfil público. O objectivo dessa monitorização servirá para que no futuro lhe seja oferecida uma informação mais personalizada e sugestiva, com a apresentação de publicidade conforme com as suas preferências.

A questão que cada um de nós deve fazer é: “afinal que informações pessoais o Facebook recolhe?". A resposta pode ser dada através da extensão Data Selfie para o navegador Chrome.

Publicidade
Publicidade

O Data Selfie é uma extensão do navegador Chrome, do #Google, que tem como objectivo fulcral descobrir tudo o que o Facebook sabe sobre os seus utilizadores.

Quando instalado no seu navegador, o programa fica a trabalhar em segundo plano, dissecando tudo o que o utilizador do Facebook faz, com apresentação de notícias de acordo com a sua preferência, as páginas que visita, até o tempo que o utilizador demora a ler conteúdos, artigos e notícias que gosta.

Como funciona essa extensão?

O Data Selfie tem toda uma tecnologia por detrás, por exemplo, parte deste relatório é gerado pelo IBM Watson, que é um computador especial da IBM que conta com inteligência artificial e que exibe sua personalidade, como gostos, valores, estilo de escrita ou tendências sociais, entre outros parâmetros.

Já outra parte do relatório fica por conta do Magic Sauce API, que monta um perfil psicológico e demográfico, a partir dos vestígios que o utilizador deixa pela internet, por exemplo: tendências políticas, religiosidade, hábitos de consumo, situação sentimental, etc.

Publicidade

Se o utilizador quiser conhecer ou instalar o software no seu navegador, o Data Selfie está disponível em vários idiomas e pode ser descarregada a página Data Selfie no seu browser.

Como a privacidade é essencial, o Data Selfie mantém toda a informação armazenada no computador dos utilizadores, não passando assim qualquer dado para fora.

Também para garantir que a informação é usada de forma consciente e que esta extensão é segura, o criador do Data Selfie resolveu tornar o seu código-fonte acessível a todos, estando por isso disponível no GitHub.

Se os utilizadores pretenderem conhecer melhor a informação recolhida pelo Facebook, podem testar o Data Selfie e vão ficar estupefactos com tudo o que é possível saber; pior ainda, o que é possível prever sobre cada um dos utilizadores.

A que dados pessoais podem aceder?

Muitas informações recolhidas são mesmo oferecidas "de bandeja" à rede social: nome, email, cidade, contactos telefónicos, profissão, estado civil, estudos académicos, interesses, etc.

Publicidade

Esse tipo de informações está sempre armazenado no seu perfil de Facebook e, dependendo das suas configurações de privacidade, qualquer pessoa tem acesso.

Mas existe muito mais do que isso e o utilizador pode descarregar um arquivo contendo todo o conteúdo que o Facebook guarda sobre o utilizador.

Assim, por exemplo, abra a página inicial do Facebook e, no cantinho superior direito, clique no ícone triangular para abrir o Menu e entre nas Configurações da sua conta. Aceda à secção Geral e peça a impressão do relatório sobre os seus dados. Em poucas horas a impressão do relatório de dados extraídos do seu perfil do Facebook é enviada para o seu email.

Depois pode guardar o arquivo numa pasta do seu computador.

Para visualizar, basta abrir o item "Index.html" em qualquer navegador. Não é preciso estar ligado à internet, já que todos os documentos citados são transferidos juntos e acessíveis de maneira offline. Veja algumas das informações mais interessantes que o Facebook armazena sobre si. #Redes Sociais