Depois de apenas 4 meses do casamento que marcou 2014, o do actor George Clooney com a advogada Amal Alamuddin, começam os rumores de separação. A revista norte-americana "In Touch Weekly" assegurou que fonte próxima garantiu discussões atrás de discussões entre o casal - e um desejo de divórcio. Clooney já veio a público desmentir tudo, através de representante legal: tudo está bem e a notícia publicada é apenas para vender.


E que terá vendido bem, não se duvida. Um dos actores mais cobiçados de Hollywood, que se manteve solteiro até aos 53 anos, "chocou" o mundo ao dar o nó finalmente em Setembro do ano passado. E com uma mulher aparentemente perfeita para ele. Depois da sua declaração de amor pela esposa na cerimónia dos Globos de Ouro de 2015, que fez provavelmente todas as mulheres verter uma lágrima, seria de estranhar realmente um divórcio tão próximo. Mesmo estando a falar de uma realidade paralela como a de Hollywood.


O temperamento de diva da libanesa, os seus ciúmes e constantes tentativas de controlar todos os movimentos do marido, seriam algumas das razões para o divórcio, segundo a "In Touch". Divórcio milionário, o que fez a notícia cair como uma bomba e até estremecer um pouco os Estados Unidos. Mas afinal podemos todos relaxar - o conto de fadas continuará. Por mais algum tempo, por enquanto. Depois de Jennifer Lopez, que contracenou com o actor em "Irresistível Paixão", ter revelado recentemente que o actor aparentemente beija mal, vamos ver se Amal não irá um dia corroborar essa opinião.


George Clooney já foi casado com Talia Balsam e teve vários relacionamentos posteriores: a modelo Lisa Snowdon, a actriz Elisabetta Canalis ou a wrestler Stacy Keibler. Mas nunca tendo voltado a casar, a sua fama de solteirão foi aumentando e já ninguém esperava efectivamente que o actor o fizesse novamente. Mas eis que aparece a libanesa Amal Alamuddin, advogada de direitos humanos, para que George faça o impensável. E penso ser dever nosso dar-lhes alguma paz, neste início - que os rumores comecem apenas 1 ano depois, já não é mau...
#Entretenimento #Famosos