Uma das novas músicas de Madonna tem o nome de "Illuminati", o que levou a que surgissem rumores de que Madonna faria parte do alegado grupo. A cantora negou, em entrevista à revista Rolling Stones, pertencer ao grupo, mas afirmou que conhece os verdadeiros Illuminati. Afirmou ainda que a #Música que deu origem à polémica foi publicada na Internet sem a sua autorização, e comparou o roubo desses conteúdos a um acto terrorista, a que chamou uma violação artística.

O novo álbum de Madonna tem o nome de Rebel Heart e causou polémica assim que foi divulgada a capa. Nela, Madonna aparece com uma corda preta à volta de toda a cabeça.

Publicidade
Publicidade

Como forma de promoção do álbum, foram difundidas, nas redes sociais Twitter e Instagram, várias fotografias de ícones culturais, informaticamente editadas e colocadas à semelhança da imagem que ilustra o álbum, contendo também a corda à volta da cabeça. Estas imagens geraram polémica nas redes sociais durante vários dias, uma vez que entre elas estavam fotografias de Nelson Mandela e Bob Marley, entre outros.

No mês passado, chegaram a público antecipadamente seis músicas deste novo CD. Após terem sido colocados online vários demos das novas músicas - contra a vontade da cantora - Madonna decidiu disponibilizar seis músicas completas do novo CD, como presente de Natal para os fãs - como a própria afirmou - incluindo a música intitulada "Illuminati". Esta foi a música mais polémica, uma vez que além de fazer referência ao conhecido grupo, fala também em nomes do mundo da música como Beyonce, Rihanna e Lady Gaga, entre muitos outros.

Publicidade

Faz ainda referência ao próprio Papa, o que gerou controvérsia. Madonna vem agora desmentir os rumores de que ela poderia fazer parte do suposto grupo, mas afirma, porém, conhecer os membros do mesmo.

Aquilo que se sabe sobre os chamados Illuminati é que se trata de um grupo secreto, que terá como objectivo dominar o mundo, através da criação de uma Nova Ordem Mundial. A existência ou não deste grupo nunca foi confirmada, existindo porém diversas teorias que confirmam e negam a sua existência. #Famosos