Bob Dylan aproveitou a sua participação numa gala de solidariedade, esta sexta-feira, para lançar vários ataques aos críticos da sua carreira. Após ter sido distinguido com o título de 'personalidade do ano' pela MusiCares - uma entidade que incentiva a filantropia entre músicos -, o americano subiu ao palco do evento, em Los Angeles, não para cantar, mas para ler um discurso de meia hora. Invocando o caso de outros artistas contemporâneos, Bob Dylan acusou os críticos de lhe atribuírem um "tratamento diferenciado" pela negativa. Na mesma intervenção, também agradeceu a todos os músicos que interpretaram as suas canções ao longo dos anos.

"Os críticos dizem que a minha voz é fraca, que eu não tenho voz [mas] porque é que não dizem essas coisas sobre o Leonard Cohen"? De acordo com o The Guardian, esta foi uma das perguntas que o americano lançou à plateia, mostrando a sua incompreensão perante os comentários que o acusam de "não saber cantar" ou de "soar como um sapo".

Publicidade
Publicidade

Para denunciar o alegado "tratamento diferenciado" de que se diz vítima, Bob Dylan comparou ainda a sua voz à de cantores como Tom Waits e Lou Reed, acrescentando que os críticos lhe têm "dificultado o trabalho desde o primeiro dia".

As afirmações foram proferidas durante uma gala de tributo à carreira de Bob Dylan, reconhecido pela MusiCares como a personalidade filantrópica do ano. Mas antes das palavras dedicadas aos seus detractores, o americano agradeceu a todos os artistas que, ao longo dos anos, cantaram as suas músicas, contribuindo para que estas se imortalizassem. No evento, marcaram também presença cantores como Neil Young, Bruce Springsteen, Sheryl Crow ou Jack White, que interpretaram alguns dos temas mais marcantes do norte-americano, refere o The Guardian.

A 'MusiCares Person of the Year' é uma distinção anual, atribuída a artistas que aliam uma carreira bem-sucedida a grandes actos de solidariedade, e que está inserida na semana dedicada à entrega dos Grammy's.

Publicidade

Entre os vencedores deste prémio, contam-se também músicos como Sting ou Paul McCartney. #Famosos #Música