O carismático ator inglês, de 60 anos, que se notabilizou nas sitcoms Black Adder e Mr. Bean, está de regresso à #Televisão... em dose triplicada! Com data de estreia prevista para 2016 e 2017, Atkinson vai gravar em Paris, a partir de setembro deste ano, para o canal ITV, dois telefilmes baseados na obra do escritor Georges Simenon, onde vai interpretar o detetive Maigret. Também está previsto participar em "David Copperfield".

Os nomes das telefilmes já estão escolhidos: um chama-se "Maigret Sets A Trap" e o outro "Maigret's Dead Man". Ambos vão ter a duração de 120 minutos e vão ser escritos pelo argumentista Stewart Harcourt.

Publicidade
Publicidade

Entre 1931 a 1972, Maigret foi personagem em 28 contos e 75 livros. Também foi uma presença regular na televisão. Já teve várias versões em vários cantos do mundo. As mais célebres foram as francesas, que tiveram como atores principais Jean Richard (1967-1990) e Bruno Cremer (1991-2005).

Rowan Atkinson já confessou ser um sonho poder representar o agente Jules Maigret. Durante anos acompanhou através da leitura as aventuras deste célebre belga e agora vai dar-lhe vida. Porém, já confessou que este convite levou-o a refletir por um longo período temporal.

Em declarações à BBC WorldWide Show Case, em Liverpool, o ator afirmou que existem certos traços físicos descritos na obra que o distinguem da sua personagem; porém, não considera ser preocupante, já que o que interessa mesmo é confiança: "Quando se assume um papel tão importante como o Maigret, só podes acreditar que estás à altura do desafio".

Publicidade

Mas que tipo de personalidade podemos esperar desta autoridade? Embora ainda faltem alguns meses para o início das gravações, Atkinson já tem uma ideia: talvez tenha um ligeiro toque de ironia, pode usar o cachimbo, e não só "(...) gosto do aspecto pensativo e contemplativa do personagem. Eu vejo uma espécie de quietude (...). É difícil saber exatamente o que ele está a pensar".

Rowan Atkinson será visto ainda no filme "David Copperfield". A história é um remake do filme de 1935, e é adaptada da obra (com a mesma designação) de Charles Dickens. Deve ser exibida em 2017. Esta produção é já falada desde 2007. Na altura apontava-se o início das gravações para 2008. Os guionistas falados para este projeto são Peter Howitt (que já trabalhou com o ator em 2003, no filme Johnny English) e Douglas Mcferran.

Richard Johns, o produtor apontado para a película, afirmou na época à revista Variety que a ideia era fazer uma versão cómica: "Esta é uma adaptação muito fresca do romance. Não vai ser educado ou reverencial". #Famosos