Irina Shayk continua a dar que falar e a mostrar por que motivo é uma das modelos mais bem pagas do mundo. A ex-namorada de #Cristiano Ronaldo esteve presente na festa da Vanity Fair, um evento já tradicional que ocorre após a cerimónia dos Óscares. Irina surgiu com um vestido Versace da colecção Primavera/Verão 2015, ao mais alto nível. Conforme as imagens comprovam, o vestido preto, com um corte muito usado e de transparências, salientou da melhor forma os atributos e a beleza de Irina.


A modelo russa vem comprovar, mais uma vez, que não precisa do "holofote" de Cristiano Ronaldo para brilhar - ela é, a título próprio e merecido, uma das mais sonantes estrelas da moda internacional actual. A separação e o fim do namoro com Cristiano ainda estão bem presentes na memória de todos, tendo sido notada a ausência da russa na gala da FIFA, na qual Ronaldo recebeu a sua terceira Bola de Ouro. Contudo, Irina não perdeu tempo nem se deixou abater. Se a nível profissional tudo lhe corre bem, a nível pessoal poderá estar a correr melhor ainda. Literalmente "a correr", dados os rumores de uma possível ligação com Lewis Hamilton, bicampeão de Fórmula 1.


O britânico acaba de sair de uma relação ainda mais conturbada - são inúmeros os episódios de separação, reconciliação, nova separação e nova reconciliação com Nicole Sherzinger, vocalista das Pussycat Dolls. Contudo, a última separação poderá ter sido para valer. Hamilton trocou a equipa McLaren pela Mercedes em 2013, pois "precisava de um novo desafio", e o campeonato surgiu logo em 2014. Quererá o inglês, conhecido pela sua excentricidade e irreverência, experimentar também um novo desafio a nível particular?


Já Irina mantém com Hamilton um padrão já visto com Ronaldo. Ela só aceita os vencedores, os melhores. A modelo russa tinha todo um pelotão de pilotos de Fórmula 1 à sua disposição, mas os vencedores e os campeões são muito poucos. E se Irina "guiou" o português até à "tribola de ouro", talvez inspire também o inglês até ao tricampeonato.
#Famosos