Jon Stewart anunciou que vai deixar de apresentar o The Daily Show, o programa que milhões de americanos (e não só) veneram pela forma como põe em ridículo as notícias e aqueles que as protagonizam. O apresentador revelou a sua decisão no final do programa de ontem, dizendo às pessoas que estavam na audiência que se ia retirar. Neste momento, ainda não se sabe ao certo quais os motivos desta decisão, nem se ela significa o fim da sua carreira como pivô de televisão para se dedicar mais a sério à produção e realização de filmes em Hollywood. A Comedy Central já confirmou a saída de Stewart.

"Na maior parte das últimas duas décadas, tive a incrível honra e privilégio de trabalhar com o Jon Stewart.

Publicidade
Publicidade

A sua brilhante comédia não fica atrás de ninguém. O Jon tem sido o coração da Comedy Central, promovendo e alimentando os melhores talentos da indústria, à frente e atrás das câmaras", disse Michele Ganeless, presidente da Comedy Central.

"Através da sua particular voz e visão, o The Daily Show tornou-se uma referência cultural para milhões de fãs e uma plataforma sem paralelo para a comédia política, que vai continuar por muitos anos", acrescentou. "O Jon vai manter-se aos comandos do The Daily Show até ao final deste ano. Ele é um génio da comédia, generoso com o seu tempo e com o seu talento e fará sempre parte da família Comedy Central", concluiu.

O programa de sátira política conduzido por Jon Stewart, com duração de meia hora, foi o ponto de partida para as carreiras de figuras como Steve Carell, Stephen Colbert, Larry Wilmore e John Oliver, entre outros.

Publicidade

Jon Stewart estreou-se recentemente como realizador de cinema, depois de ter sido produtor de vários filmes e séries. A sua primeira obra, Rosewater, chegou este domingo, dia 8 de Janeiro, a Portugal. Conta a história de Maziar Bahari, um jornalista detido brutalmente interrogado pelas forças iranianas, sob suspeita de ser um espião.

Stewart, uma das figuras mais conhecidas e admiradas nos Estados Unidos, começou a apresentar o The Daily Show em 1999. Foi o anfitrião dos Óscares em 2006 e 2008. #Famosos