Vestidos transparentes, saias muito curtas, sapatos com caveiras: a única maneira de ver isto acontecer na 87º edição dos Óscares do cinema, este Domingo, é se alguém como Lady Gaga estiver para aí virado. É mais ou menos isto que prevê Anthony Ramos, especialista em #Moda e um dos apresentadores do programa Access Hollywood, dedicado às celebridades. "Sendo a noite mais importante para Hollywood, penso que vamos ver - como temos visto nos últimos anos - alguns vestidos vintage fabulosos. Uma espécie de homenagem ao passado de Hollywood", diz Ramos, durante um evento no Chinese Theater na preparação dos Óscares, em plena Hollywood Boulevard. 

"Para estas actrizes que estão nomeadas é como se fosse o dia do casamento", refere.

Publicidade
Publicidade

Ou seja: não vão arriscar e fazer experiências, não vão usar cores berrantes nem padrões que fiquem estranhos na fotografia se ganharem um Óscar. As divas da noite, as que estão nomeadas para Melhor Actriz, são Marion Cotillard, Julianne Moore, Felicity Jones, Rosamund Pike e Reese Whiterspoon. Para Melhor Actriz Secundária, competem Patricia Arquette, Laura Dern, Keira Knightley, Meryl Streep e Emma Stone. 

Anthony Ramos, também autor do segmento "Get the Look for Less", aposta em vestidos muito clássicos e em especial vintage, lembrando que Reese Whihterspoon usou um vestido Christian Dior de 1950 na sua vitória em 2006, pelo papel em "Walk the Line". 

  • Para Julianne Moore, que considera que vai vencer o Óscar para Melhor Actriz, Ramos prevê um vestido "em preto e branco, muito clássico", de alta costura. "Penso que ela vai usar Tom Ford, porque é um amigo pessoal e porque, vamos lá, quem é que não quer usar Tom Ford?", diz Ramos. "Algo mais clássico e simples, mas elegante", em comparação com o vestido verde que Moore usou nos SAG Awards.  
  • Para Marion Cotillard, que Ramos apelida de "querida da moda", a aposta é para algo mais arrojado. "Ela provavelmente não vai ganhar, e saberá disso, pelo que poderá divertir-se um pouco mais com o look." Quando ganhou, em 2008, usou um vestido muito dramático de Jean Paul Gaultier, que parecia feito de escamas. 
  • Para Jennifer Aniston, que não está nomeada, Anthony Ramos prevê a continuação da tendência dos decotes ousados, que deram muito que falar nos SAG Awards, em Janeiro. "Estou entusiasmado para a ver, ela está com um aspecto incrível", sublinha o especialista. "Ela adora preto e usar o cabelo solto, é isso que espero."
  • Cate Blanchett, que também não está nomeada, pode usar isso para pisar o risco. "Ela já ganhou várias vezes e é alguém que faz 'avant garde' muito bem, e como não está nomeada, vamos ver o que sai."
  • No estilo de penteado, ao contrário de Aniston, Ramos diz que vamos ver muitos cabelos apanhados no topo, de forma "muito elegante."
  • Nas cores, não se esperam grandes riscos, exceptuando "obviamente vários vestidos vermelhos."

Apesar do estilo clássico, Anthony Ramos ressalva que alguns convidados deste ano podem fazer a diferença. "Há pessoas que vão lá estar que penso que correrão riscos, e poderemos ter alguns momentos exagerados e excitantes", refere. "A Lady Gaga vai actuar, por isso talvez tenhamos um momento Cher com Bob Mackie." Este momento deu-se em 1988, quando Cher deixou queixos caídos com um vestido transparente e revelador de Bob Mackie, na cerimónia de 1988. #Famosos