A série "O Sexo e a Cidade" foi uma das poucas #Séries que conseguiu a proeza da imortalidade. Marcou uma década e mais importante, marcou uma geração: uma geração de mulheres como eu, que cresceram com Carrie Bradshaw. A actriz por trás da personagem, Sarah Jessica Parker (SJP), irá agora voltar à HBO com "Divorce".

A confirmação apareceu há uns dias e já começam a ser desvendados os pormenores de "Divorce", uma série que será de comédia e em que Parker protagonizará Frances, uma mulher divorciada com dois filhos. O actor Thomas Haden Church fará de seu marido e foram também reveladas as participações de Molly Shannon e Talia Balsam como as amigas (aqui, talvez um pouco à semelhança de "O Sexo e a Cidade").

Publicidade
Publicidade

O episódio piloto será produzido pela britânica Sharon Hordan, que simultaneamente com a própria Sarah Jessica (entre outros nomes) terá a função de produtora executiva. A juntar ainda à lista de pesos pesados, o piloto será realizado por Jesse Peretz (da série "Girls"). Portanto, tudo parece estar alinhado para um novo sucesso singular para esta série, que terá episódios de cerca de meia hora.

À revista "Vanity Fair", SJP já divulgou os detalhes de Frances: "Ela é uma mulher que trabalha, que vive nos subúrbios, com dois filhos". E adiantou: "Ela veste-se para o trabalho, não tem acesso à alta costura. E não é um interesse dela. Preocupa-se em ir apresentável, com certeza, a uma reunião e estar bonita para si quando sai, mas é apenas essa a sua relação com a moda".

Ou seja, uma das principais características que distinguia Carrie Bradshaw desaparece quase por completo em "Divorce".

Publicidade

E de solteirona nova-iorquina high fashion, Sarah Jessica Parker passará a mãe divorciada dos subúrbios sem qualquer relação com a indústria da moda. Ou seja, não é um novo "O Sexo e a Cidade".

Mas sem hesitação, um desafio interessante para a actriz de quase 50 anos: desmarcar-se daquele que foi até agora o personagem da sua carreira para dar vida ao seu oposto. Aliás, personagem que se manteve um pouco nos seus trabalhos posteriores à icónica série. Em "Glee", a sua última aparição na #Televisão, protagonizou a editora da edição digital da "Vogue" Nova Iorque.

Com seis temporadas e dois filmes, o sucesso de "O Sexo e a Cidade" é realmente uma faca de dois gumes: se por um lado, é grandioso para Parker ter sido eternizada, por outro é muitas vezes difícil avançar futuramente com papéis do mesmo calibre. E sem dúvida que as expectativas estão muitas altas para "Divorce". #Famosos