No domingo, dia 10 de maio, vai ser exibido mais um episódio do programa 'Abandonados' da SIC. Sob condução de Pedro Mourinho, a reportagem traz à luz locais que já foram importantes na #História de Portugal e que agora se encontram ao abandono. 'Abandonados" vai agora contar-nos a história da fábrica Alba, a fundição que foi uma das maiores empregadoras de Albergaria-a-Velha. Nascida em 1929, a fábrica Alba prosperou durante 40 anos, estando agora devotada ao abandono.

Sob a égide da marca ALBA, Augusto Martins Pereira, fundador da fábrica, foi um empreendedor. Da fábrica saíam peças e produtos que depressa se destacaram e ganharam fama pela inovação e qualidade.

Publicidade
Publicidade

Mas não foi só a sua capacidade empresarial que se fez notar. Em Albergaria-a-Velha, e também em Sever do Vouga (terra natal), ele construiu dois hospitais, bairros para trabalhadores, um jardim de infância, um cineteatro, cantinas e refeitórios, lar para idosos, entre outras valências sociais, recreativas (uma banda de música), culturais (nomeadamente o recém-remodelado Cineteatro Alba) e desportivas (como o Sport Club Alba, ainda no ativo).

Dessa época permanecem diversas peças que podemos encontrar em quase todo o país e até além-fronteiras. Falamos também dos icónicos bancos de jardim vermelhos com o símbolo ALBA, que foram objeto de celebração dos seus 80 anos no programa 'Você na TV' da TVI (vide foto 2). António Augusto Martins Pereira, neto do fundador, criou o carro de competição Alba, o primeiro automóvel (motor, chassis e carroçaria) construído em Portugal em 1952.

Publicidade

Três carros foram construídos e participaram em diversas provas de competição. O primeiro (vide foto 1) está em exposição no Museu do Caramulo, tendo já aparecido ocasionalmente em algumas exposições temporárias em Aveiro.

Chegando a ter 700 operários a laborar em simultâneo, a fábrica havia de encerrar portas no início deste século, mas a marca ALBA permanece sob novas perspetivas pelas mãos do bisneto Pedro Martins Pereira, proprietário da Larus, uma empresa de mobiliário urbano. O programa da SIC mostrar-nos-á os tempos gloriosos da fábrica, a sua história e o que aconteceu para fazer parte dos "Abandonados".