José Castelo Branco tem vindo a chocar milhões de portugueses com as suas afirmações e atitudes, durante a sua curta estadia na “casa mais vigiada do país”. Em apenas três dias, o socialite provocou discussões violentas e rebaixou concorrentes de reality shows, colegas de trabalho e o estilo de vida da maior parte dos portugueses. “Eu não sou como os outros, eu não vivo na vergonha”, afirmou o rei do “jet set” português.

Contratado para aumentar as audiências do programa “Casa dos Segredos - Luta pelo Poder”, Castelo Branco, desde o primeiro dia, tem feito de tudo para que tal aconteça, valendo tudo menos arrancar olhos.

Publicidade
Publicidade

Nas primeiras horas da sua participação, o socialite gerou uma grande discussão com os outros concorrentes da casa, tudo por causa de um chapéu de alta-costura do designer Philip Treacy. No calor do desaguisado, José Castelo Branco proferiu declarações condenatórias. “Pensam que vivo como muita gente, eu não vivo na vergonha. Eu vivo do meu trabalho, não compro roupa que custa meia-dúzia de tostões. Não vou ao chinês”, argumentou Castelo Branco, referindo-se aos milhares portugueses que tem passado dificuldades ao longo dos anos.

Passado o primeiro dia, e depois de ter passado a noite no quarto secreto para “meditar”, o rei do “jet set” virou as suas atenções para ex-concorrentes de reality shows, criticando-os duramente. “Essa gentalha não tem onde cair mortos. São #Famosos dois, três meses e já pensam que são celebridades.

Publicidade

Celebridade sou eu, que não preciso destas coisas para viver”, realçou Castelo Branco. Depois destas declarações, Castelo Branco divulgou factos privados de vários famosos, como foi o caso do Zé Maria, primeiro vencedor de um reality show em Portugal, que alegadamente não assume a sua orientação sexual publicamente.

Segundo as últimas audiências conhecidas do programa, milhões de pessoas têm assistido à participação de Castelo Branco, atentamente. Grande parte destas, chocadas com o comportamento impróprio e descabido do socialite. Flávio Furtado, comentador do programa, foi a voz da revolta, afirmando na passada sexta-feira que José Castelo Branco “não tem onde cair morto e chula a Betty até ao tutano”. A polémica gera audiências e a TVI agradece. Para os produtores da estação, a presença de Castelo Branco foi uma aposta ganha. #Televisão