De acordo com o TMZ, Sonni Pacheco, a mulher de Jeremy Renner, ameaçou publicar vídeos íntimos do ator, caso ele alguma vez voltasse atrás na promessa de a ajudar a conseguir um green card. Kristoffer Winters, amigo de longa data do ator e que vivia na casa de hóspedes do casal, é testemunha dessas ameaças. O ex-casal encontra-se a disputar em tribunal a custódia de Ava, a filha de 2 anos, que tem sido partilhada desde a separação, em dezembro. Sonni está a lutar em tribunal para obter a custódia total da criança, mas é acusada de ser uma mãe negligente.

Winters afirma nos documentos legais que ouviu Sonni dizer que Jeremy devia ser simpático para ela e não discutir por causa do visto ou dinheiro, ou iria enviar vídeos íntimos para o TMZ.

Publicidade
Publicidade

A esse respeito, o TMZ declara nunca ter falado com a modelo e diz que nunca publicaria esses vídeos. Winters diz ainda que ela fez várias marcações para fazer um aborto, mas que decidiu não o fazer porque "um casamento com Renner iria melhorar a sua situação financeira".

Além dessa situação, ela é acusada de ter sido negligente com a filha em algumas ocasiões, como por exemplo ao ter saído para uma festa e deixado a criança sozinha em casa durante 15 minutos, em setembro passado, sem sequer confirmar se lá estava alguém para tomar conta dela. "Após saber que Ava estava sozinha em casa, Sonni ficou com os seus amigos enquanto [Winters] correu para casa (…) Fiquei extremamente desapontado com Sonni e angustiado por isto ter acontecido…Este evento e a reação de Sonni foram um ponto de viragem significante na nossa relação", disse Renner.

Publicidade

O amigo do ator de 'Missão Impossível 5' declarou também que viu Pacheco a fumar e a beber "um ou dois copos grandes de vinho" todos os dias durante a gravidez. Depois de Ava ter nascido, em março de 2013, Winters acusa-a de beber "uma garrafa de vinho por dia" durante o período de amamentação. Ele diz que ela parou de amamentar ao fim de 6 semanas, porque se sentia "culpada" por beber álcool. Afirma ainda que ela consumiu cocaína durante umas férias, logo após o nascimento de Ava.

Jeremy queixou-se também de a modelo não facilitar as chamadas de vídeo com a filha, quando estava fora em trabalho, contando com o amigo para tal. Apesar de tudo, o protagonista de "Estado de Guerra" afirma que ela "não é má pessoa ou má mãe" e que apenas faz um "mau julgamento" das situações. Da sua parte, a canadiana nega a maioria das acusações de Winters e continua a lutar pela custódia total e por um aumento da pensão. Diz ainda que a coleção de armas do ator é perigosa para a criança. #Famosos