Going Clear: Scientology and the Prison of Belief (ou, em tradução livre, "Cientologia e a Prisão da Crença") é o nome de mais um documentário polémico da HBO, que estreou no domingo nos Estados Unidos. Já se esperava que a produção da estação revelasse informação controversa, mas as polémicas divulgadas estão a surpreender.

De acordo com a televisão norte-americana, John Travolta, uma das estrelas de Hollywood pertencentes a esta #Religião, terá sido chantageado para ficar na Igreja. Mas as denúncias sucedem-se.

1 - De acordo com o documentário, os membros são forçados a cortar qualquer contacto com família e amigos que abandonem a Igreja.

Publicidade
Publicidade

Adicionalmente, fala sobre o The Hole, ou seja, cativeiros onde, alegadamente, são colocados membros desobedientes do Sea Org - nome atribuído ao braço que dirige a Igreja.

2 - Na produção são reveladas supostas pressões da Igreja sobre as autoridades de forma a ser declarada religião e assim ficar isenta de impostos. A organização já não paga impostos há várias décadas e tem um passivo de centenas de milhões de dólares.

3 - Tom Cruise é provavelmente o membro mais famoso da Cientologia. Segundo revela agora o documentário, o fim da sua relação com a também atriz Nicole Kidman terá tido influência da Igreja. Recorde-se que o casal de atores esteve casado cerca de 10 anos.

4 - John Travolta é outro dos nomes de Hollywood associado à Cientologia. O ator não deixará a Igreja, assegura a estação de televisão, por temer que detalhes da sua vida privada sejam revelados.

Publicidade

5 - O programa da HBO afirma ainda que, ao contrário da maioria das religiões, os aderentes à Cientologia apenas conhecem os detalhes do credo da religião depois de pagarem bastante dinheiro.

A Cientologia tem estado envolvida em várias polémicas desde que foi criada, em 1950. No entanto, o documentário Going Clear: Scientology and the Prison of Belief, realizado pelo oscarizado Alex Gibney, é um dos primeiros trabalhos credíveis a reunir todos os escândalos da igreja da Cientologia. Estreou este Domingo no canal HBO, nos EUA, e já gerou desconforto entre as estrelas de Hollywood. Isto porque a Igreja, para além de ter sido fundada em Los Angeles, Califórnia, tem grande influência na cidade conhecida como a casa dos gigantes do #Cinema norte-americano.

Em resposta ao documentário da estação norte-americana, a porta-voz da Cientologia, Karin Pouw, disse, em comunicado enviado à BBC Mundo há poucas semanas, que "as acusações feitas no documentário são totalmente falsas e foram feitas sem pedir a versão da Igreja".

L. Ron Hubbard, escritor de livros de ficção científica, é o fundador desta Igreja que em alguns países, como os EUA, é considerada uma religião. Já em países como a França, é classificada como seita.