Bernard Maddhoff, 76 anos, foi provavelmente o maior vigarista descoberto nas últimas décadas no Estados Unidos. Preso em 2009, a sua história deve chegar ainda este ano à televisão Em formato de minissérie, Richard Dreyfuss, 67 anos, que conquistou um Óscar de melhor ator (1978), deve interpretar o principal papel. Já em telefilme, o Maddhoff deve ser o bi "oscarizado" Robert de Niro (vencedor das categorias de melhor ator em 1980 e de melhor ator secundário em 1974).

Para a produção da ABC, existem vários nomes possíveis para interpretar Ruth (a mulher de Madoff). Entre as potenciais candidatas constam: Meg Ryan, Bette Midler e Susan Sarandon. A série de curta duração, que deve ter o nome de "Madoff", é inspirada no livro "The Madoff Chronicles" (que apresenta um conjunto reportagens escritas de Brian Ross, da ABC News).

Publicidade
Publicidade

A transmissão deve acontecer perto do final do presente ano. A produção fica a cargo da Lincoln Square Productions.

Protagonizado por Robert de Niro, 71 anos, o telefilme, vai apresentar o escândalo que levou Madoff à cadeia em 2009, sendo condenado a 150 anos de prisão. De acordo com o Diário de Notícias, o ator confirmou em 2013, de forma divertida, a sua presença neste projeto: "Não devia estar a dizer isto agora, mas tenho andado a tentar desenvolver alguns esquemas Ponzi (...). Tenho as minhas próprias teorias sobre ele. Uma coisa básica: é interessante como tudo se trata de confiança". De Niro, é uma presença regular no mundo do cinema, contando com várias personagens marcantes na 7ª arte, como são por exemplo Jake LaMotta em "O Touro Enraivecido", Vito Corleone em "O Padrinho" (ambas personagens que lhe valeram Óscares), ou Jack Byrnes em "Um Sogro do Pior".

Publicidade

O filme que a HBO está a preparar, vai ter a duração de 4 horas, e pode ter como argumentista John Burnham Schwartz (que foi o autor do filme "Traídos Pelo Destino"), embora alguma imprensa também aponte Sam Baum (Lie to Me) como hipótese. É inspirado na obras "The Wizard of Lies: Bernie Madoff and the Death of Trust" da autora Diane Henriques e "Truth and Consequence: Life Inside the Madoff Family" de Laurie Sandell. Para além da personagem Elliot Garfield, que valeu a Dreyfuss a estatueta dourada com o filme "A Garota do Adeus", o ator assumiu outras personagens relevantes como Baby Face Nelson em "Dillinger", Dick Cheney em "W.", e Meyer Lansky em "Gangster".

Apesar de ser um caso recente, a história de Madoff já foi tema no cinema. Em 2011 uma coprodução entre os Estados Unidos e o vizinho Canadá, resultou no documentário "À Caça de Madoff". Proprietário da empresa Bernard L. Madoff Investments Securities LLC, Madoff foi declarado culpado por ter afastado, sem autorização, 65 bilhões de dólares que pertenciam a várias entidades. Um plano que é designado de "Esquema Ponzi". Em declarações ao órgão de imprensa Político, em 2014, Madoff proferiu as seguintes palavras: "Eu jamais me considerei uma má pessoa. Todos pensam o pior de mim". #Filmes