"Nunca mais vou usar Dolce & Gabbana" foram as palavras de Elton John que deram logo azo à criação da hashtag #BoycottDolceGabbana ("Boicote à DolceGabbana"), que está a invadir o Twitter. Tudo começou depois de Domenico Dolce e Stefano Gabbana terem dito publicamente serem contra bebés nascidos por fecundação in vitro e contra a adopção por parte de casais homossexuais. É sabido que o músico é casado com David Furnish e tem dois filhos que nasceram por fecundação in vitro.

"A única família é a tradicional". Crianças nascidas por in vitro são "sintéticas". Estas e outras palavras, como a opinião de que nós temos de nascer naturalmente de uma mãe e de um pai, foram a origem da controvérsia.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista à publicação "Panorama", os dois designers que já formaram também eles um casal, chocaram, e não pela primeira vez, a comunidade LGBT (e outros T's) e todos os que apoiam direitos iguais.

Dolce & Gabbana são abertamente contra o casamento gay e contra a adopção por parte de dois gays e proclamaram já, em anos anteriores: "Uma criança precisa de uma mãe e de um pai". Acrescentam agora as palavras: "A família não é uma #Moda passageira". Apesar de Gabbana ter confessado já ter abordado uma mulher para ser a mãe do seu filho, o mesmo revelou igualmente estar em constante luta com a ideia de famílias constituídas por dois homens ou duas mulheres.

O músico britânico, de 67 anos, sentiu-se atacado com estas declarações que condenam muito directamente a sua família e decidiu não só boicotar a maison italiana como levar a sua indignação para as redes sociais.

Publicidade

Na sua conta de Instagram, Elton John acusa os dois designers de pensarem de forma obsoleta: "A vossa forma arcaica de pensar não está em sintonia com os tempos, tal como a vossa moda". E defende os seus filhos e a fecundação in vitro, que afirmou ser um milagre que permitiu às famílias ditas não convencionais concretizarem o seu sonho de terem filhos.

A comunidade online tem-se mostrado muito a favor do artista, com desconhecidos e outras celebridades a manifestarem o seu apoio. Martina Navratilova, ex-tenista também conhecida pela sua homossexualidade confessa, escreveu: "Wow - não fazia ideia. Será interessante ver se o ridículo [das suas palavras] afectará a sua conta bancária. BoycottDolceGabbana". Em tempos idos, provavelmente não faria mossa, mas hoje em dia parece ser bem mais possível que estas declarações tenham algumas consequências. #Famosos