O relacionamento entre dois dos chefs britânicos mais célebres em todo o mundo nunca foi muito amistoso mas há novos desenvolvimentos. Jamie Oliver e Gordon Ramsay já protagonizaram outras cenas polémicas mas desta vez tudo aconteceu porque Oliver não apareceu na inauguração do restaurante de Ramsay em Hong Kong, o Bread Street Kitchen. Ao que tudo indica, Oliver que também abriu um novo espaço na cidade asiática, o Jamie's Italian, não se encontrava na região à data da inauguração do novo espaço do anfitrião do programa "Pesadelos de Ramsay", vencedor de 15 estrelas Michelin.

Em declarações ao canal CNBC, Ramsay mostrou-se profundamente desagrado com a ausência do colega de profissão, dizendo que essa atitude seria o mínimo esperado por um chef. Já Jamie Oliver não guardou a resposta para si, acusando o colega de ser "invejoso" e ter este tipo de comportamentos com o único propósito de o irritar, fazendo alusão à conhecida personalidade complicada de Ramsay. "Ele não consegue entender por que motivo faço o que faço e ele não consegue fazer o mesmo", acrescentou em declarações ao Daily Mail. Oliver foi mais longe dizendo que o colega está mais ocupado em "berrar", o que não dá uma boa imagem à indústria da cozinha, transparecendo a ideia que este segmento é composto por pessoas que só sabem gritar.

Mas não é só nestes aspectos do quotidiano que os dois profissionais mais reconhecidos na área fazem questão de mostrar que existe um enorme fosso entre eles. Também nos programas de televisão ou no lançamento de livros, Oliver e Ramsay têm mostrado que existirá uma eterna "guerra de tachos" entre ambos. Referindo-se à venda de livros, Jamie Oliver aponta que o facto de vender mais livros do que o seu rival é um motivo que irrita Gordon. Alegando que a venda das obras está intimamente associada a uma imagem e relação de confiança que mantem com o público, Jamie defende que faz mais do que tirar uma fotografia para a capa. "Escrevo cada palavra, cada letra e supervisiono o design", esclareceu, acrescentando que vender 37 milhões de cópias de livros em 15 anos não é fruto da sorte, mas sim do trabalho.

Com 39 anos, Oliver, conhecido pelo uso de alimentos naturais e orgânicos e pelo seu afincado trabalho na mudança de hábitos alimentares nas escolas britânicas, tem uma fortuna avaliada em 240 milhões de libras juntamente com a sua mulher, Juliette Norton. Em relação a Ramsay, de 48 anos, esse valor baixa para menos de metade. Note-se que Gordon é protagonista de vários programas televisivos, sendo que sempre transpareceu uma imagem rígida e um tanto grosseira na sua relação com os participantes dos reality shows.

#Famosos #Culinária