O já conhecido episódio do chapéu, que envolveu José Castelo Branco e Vera Ferreira, teve uma repercussão enorme nos órgãos sociais, originando muita polémica e variadíssimas opiniões. Flávio Furtado, o apresentador e comentador da TVI, utilizou a sua página pessoal de Facebook para manifestar a sua opinião, escrevendo o seguinte: "O Zé Castelo Branco não se cala por causa do seu chapéu… já não o posso aturar! Diz ele que custou milhares. No ebay há dezenas, em várias cores, do mesmo designer e pouco passam dos €200. Veríssima, vamos fazer uma 'vaquinha' e comprar-lhe um novo só para deixarmos de o ouvir?".

Contudo, na sexta-feira passada, no Extra da "Luta pelo Poder", o ex-concorrente do Big Brother Vip, foi mais longe ao afirmar, entre muitas outras coisas, que: "O Zé não tem o que comer (….) ", "o Zé é um triste, um coitado", "ele é mau, é um chulo".

Publicidade
Publicidade

Os outros comentadores presentes, Fanny Rodrigues, Marta Cardoso e a convidada Carla Baía, também expressaram a sua opinião negativa acerca do Conde, todavia, foram mais contidos nos seus comentários e apreciações. Umas horas depois, Flávio Furtado volta a usar as redes sociais para pedir desculpas pelos seus comentários excessivos.

Na passada noite de domingo, dia 1, José Castelo Branco esteve no confessionário com Teresa Guilherme para falar sobre o episódio do Philip Treacy. Depois de "Veríssima" ter estado no confessionário e da situação estar aparentemente resolvida entre os dois, o marchand foi confrontado com as imagens dos comentários de Flávio Furtado no Extra. O Conde Castelo Branco começou por dizer "ele não dizia isso à minha frente, porque se ele dissesse isso à minha frente levava dois pares de estalos, mas daqueles valentes".

Publicidade

Posteriormente, fez questão de dizer que "não ia descer ao nível desse senhor". E que, como não podia falar bem do Flávio, ia optar por não falar mais.

Para contornar o assunto, o Conde falou sobre este novo desafio, dizendo que está a adorar a experiência que este reality show lhe está a proporcionar. A questão que agora se impõe é quanto tempo irá durar essa "indiferença"… E qual será a resposta de Flávio Furtado? #Entretenimento