Durante o último ano e meio Michelle Rodriguez não falou sobre a morte de Paul Walker. O ator perdeu a vida a 30 de Novembro de 2013 e desde então os amigos e colegas têm mantido o luto longe dos holofotes. Agora, numa entrevista concedida à revista Entertainment Weekly, Rodriguez decidiu revelar o que o desaparecimento de Walker significou para ela. O choque de perder o amigo, que define como "o homem mais profundo que conheci", levou-a a um frenesim emocional: "Fiquei um pouco louca. Fiquei muito louca. Muitas das coisas que fiz neste último ano não teria feito se estivesse com a cabeça no lugar".

Alguma dessas coisas, como se sabe, o público teve oportunidade de observar.

Publicidade
Publicidade

A atriz de 36 anos foi fotografada em clima de romance com a supermodelo britânica Cara Delevingne, a divertir-se no iate do cantor Justin Bieber ou a passear pela Europa com Zac Efron. "Eu só queria sentir alguma coisa", confessa. "Parecia que nada me fazia sentir viva, por isso continuei a puxar por mim própria de forma cada vez mais agressiva. Eu viajava e fazia sexo. E estava apenas a tentar ignorar tudo aquilo que sentia".

Ao contrário de muitos dos companheiros do franchise "Velocidade Furiosa" - Vin Diesel, Jordana Brewster ou Chris "Ludacris" Bridges - Rodriguez não é casada nem tem filhos. Por esta razão, diz ela, a mágoa de ver partir uma presença tão assídua durante 16 anos foi agravada pela falta de uma estrutura familiar sólida: "Eu via o Paul a cada 2 anos e o facto de saber que havia outro ser humano no planeta tão profundo como eu e capaz de amar tanto como ele amava…Tu começas a perguntar-te: 'A que é que eu me posso agarrar?´ Não havia nada que me prendesse a esta existência"

A dor ainda está muito presente, mas a atriz afirma que descobriu este ano um novo propósito, uma nova forma de encarar o dia-a-dia: "Eu acordei com um profundo respeito pela vida", explicou.

Publicidade

"Eu ganhei coragem e disse, 'sabes que mais, Michelle? Para de te esconder'. E de repente, eu reergui-me e fui à luta". #Famosos #Filmes