O Banco do Canadá pediu à população para não que transformasse o rosto de Sir Wilfrid Laurier, inscrito nas notas de cinco dólares canadianos, no de Mr. Spock. Esta reação surgiu na sequência do pedido da empresa Canadian Design Resourse ao público para que homenageassem Leonard Nimoy. A divulgação surgiu através da rede Twitter e através do próprio site da empresa. As notas continuam a multiplicar-se, apesar do apelo da entidade bancária.

Este acto foi um reconhecimento ao ator Leonard Nimoy, o famoso Spock, que faleceu em sua casa, em Bel Air, de doença "crónica obstrutiva" e prolongada no pulmão. O ator tinha sido internado de urgência no passado devido a dores fortes no peito, no hospital de Los Angeles.

Publicidade
Publicidade

As últimas mensagens que partilhou na sua página do Twitter, indicavam uma nítida despedida: "A vida é como um jardim." O ator considerava que os "momentos perfeitos" podiam "ter acontecido", mas não poderiam ser "preservados, exceto na memória". A confirmação da sua morte foi dada pela esposa ao New York Times, no dia 27 de Fevereiro. O ator tinha 83 anos.

Agora a imagem do ator voltou a público, desta feita nas notas canadianas, com o corte de cabelo e orelhas pontiagudas que caracterizavam a imagem de Spock em Star Trek. Foi esta mesma emblemática série televisiva que o tornou um ícone mundial com o seu fabuloso papel de Dr. Spock, um alienígena do Planeta Vulcano, sem sentimentos e com um raciocínio extremamente brilhante. A personagem da série de ficção científica será encarada para os cinéfilos dos anos 60 como parte de uma herança infantil que marcou gerações.

Publicidade

O interesse por este género de capítulos utópicos levou a uma continuação da saga.

As seis séries de televisão, que começaram em 1966, rapidamente foram adaptadas para o cinema, jogos eletrónicos, brinquedos ou romances. A popularidade das aventuras do protagonista pela imensidão do espaço"desconhecido", a desbravar fronteiras e a desvendar mistérios, era acompanhada pelos fãs. Na memória dos mesmos ficou a saudação com os dedos da mão separados com a frase "Vida Longa e Próspera".

O banco considerou que não é ilegal "rabiscar notas", no entanto, por questões de segurança, pediu para que a população "pare". Esta informação surge no mesmo dia em que o banco anunciou que a economia evoluiu, de acordo com as projeções do relatório de política monetária (MPR), e a inflação caiu, como seria expectável derivado a fatores do próprio setor. #Famosos #Cinema