Kate e William precisam de ajuda: e escolheram a revista "The Lady" para anunciar publicamente a sua necessidade de uma nova governanta, depois da saída de Amy Wood, de 34 anos, que se demitiu da função após quatro meses de serviço. Para todas as mulheres portuguesas que preencham os requisitos, as candidaturas podem ser enviadas até 5 de Abril. É de referir que o anúncio não indica efectivamente os nomes dos Duques de Cambridge, mas fontes atribuem ao casal a publicação do mesmo, sendo que a referida revista já foi utilizada por várias pessoas de alto estatuto para o mesmo fim.

Este é daqueles trabalhos de sonho, que ficam bem no curriculum de qualquer pessoa.

Publicidade
Publicidade

O casal real, que tem já um filho e espera o nascimento do segundo para breve, tem duas casas: a residência real Kensington Palace, em Londres, e a propriedade Anmer Hall, com uma casa de 10 quartos, em Norfolk. Sendo que o casal pretende, segundo o jornal "The Telegraph", tornar esta propriedade a sua casa de família principal e não tendo actualmente alguém para a sua gestão é de importância máxima encontrar a pessoa correcta para o cargo.

Utilizando assim a histórica revista inglesa como meio para transmitir a mensagem, o anúncio pede, antes de mais, uma pessoa leal e discreta. Quanto a mais requisitos, pode ler-se: "Procuramos alguém com experiência prévia como governanta, idealmente para uma grande casa privada, e preferencialmente em ambiente familiar e com cães". As funções a desempenhar são, como seria de esperar, de alta responsabilidade: limpar todas as áreas da casa ao mais alto nível, cuidar da roupa dos donos (Kate, William e também o pequeno George), limpeza das pratas e copos, compra e gestão de provisões para a casa.

Publicidade

Para além disso, o cargo irá envolver ocasionalmente a preparação de refeições, assistência às crianças e cuidar dos animais. Tudo será supervisionado pela própria Kate Middleton, numa fase inicial, num horário de segunda a sexta-feira (mas sendo que as candidatas têm de ter flexibilidade para fins-de-semana sempre que necessário).

Como as funções são de topo, as condições oferecidas são igualmente de topo: acomodações próprias para a governanta e mais uma pessoa, que se esperam de algum luxo e, quanto à remuneração, os candidatos deverão apresentar as suas expectativas salariais (espera-se também que o casal real não seja nada forreta no que toca a pagar a alguém para proporcionar o seu bem-estar). E há também o bónus de privar com toda a família real britânica.

As candidaturas podem ser feitas até 5 de Abril, por quem quiser. Não há restrições de nacionalidade, mas é pedida carta de condução válida no Reino Unido. #Famosos