Ricardo Araújo Pereira vai continuar a trabalhar na televisão para a TVI, mais uma vez sem os seus colegas Miguel Góis, José Diogo Quintela e Tiago Dores. O grupo Gato Fedorento está parado desde o termo do vínculo com a MEO, não trabalhando na televisão desde 2013 (SIC), mas José Diogo Quintela garantiu ao Diário de Notícias que a parceria não terminou: "Não nos separámos. Não sabemos o que vamos fazer".

Ricardo Araújo Pereira está de volta à TVI "num programa que será exibido em pré-campanha e em campanha eleitoral", revela uma fonte da TVI ao Diário de Notícias. Um produção que embora tenha maior duração, será parecida com o programa de sucesso "Esmiúça os Sufrágios" de 2009, que foi transmitido pela SIC, tendo 1,3 milhões de espetadores e que foi apresentado pelo Gato FedorentoAinda não existe uma data concreta para a exibição do programa, uma vez que é necessário ainda esperar pela data exata da realização das campanhas eleitorais.

Publicidade
Publicidade

Para já não são conhecidas mais novidades, sendo possível que Ricardo Araújo Pereira tenha esteja acompanhado de mais algumas caras conhecidas.

Atualmente Ricardo Araújo Pereira está na Rádio Comercial, onde é responsável pela rúbrica Mixórdia de Temáticas, que recentemente passou a ser emitida no noticiário da TVI 24.  Em 2014, esteve em Melhor que Falecer (onde participavam também Miguel Guilherme, Rui Melo, ente outros).

Programa "Melhor Que Falecer" foi a estreia na TVI

Ao contrário de todas as expectativas, o programas teve um reduzido número de espectadores. O ator Miguel Guilherme confessou ao Diário de Notícias que foi uma aposta ganha: "acho que veio trazer um novo público à TVI e isso é bom. Além disso é um formato de cinco minutos, não se pode esperar que sejade audiências.

Publicidade

Quem vê o programa são pessoas da classe A e B, e de outra faixa etária",

O ator revelou ainda àquele órgão ter aceite este convite com todo o gosto, uma vez que é fã: "Identifico-me com tudo. É um humor atento às palavras e ao comportamento".

Estações desejam regresso dos Gato Fedorento

O diretor-geral da SIC, Luís Marques, referiu à Correio TV em 2013. que: "Gostaria que estivessem a fazer televisão, mas eles tomaram esta opção (de estarem afastados)". Nuno Santos, que contratou o famoso grupo para a RTP 1 e mais tarde para a SIC, realçou ao mesmo órgão que queria manter os comediantes nos ecrãs, mas sem sucesso: "quando estava na RTP percebi que não queriam fazer televisão de forma muito regular. Depois do 'Esmiúça', mostrámos abertura para eles voltarem." Foi ainda feita uma última tentativa quando Nuno Santos passou pela RTP Informação. Quem também tentou a sorte foi José Eduardo Moniz que confessou à Revista Briefing" Nós (TVI) sondámos os Gato Fedorento sobre a possibilidade de eles irem para a TVI, mas eles já estavam na SIC". #Famosos