A mediática atriz Rita Pereira foi ouvida no Tribunal de Aveiro, no caso do acidente do cantor Angélico. O depoimento deitou, de certa forma, por terra a defesa do dono do stand de automóveis, que defendia que Angélico Vieira lhe tinha comprado o carro no qual viria a ter o acidente mortal na autoestrada A1, perto de Estarreja. Segundo o seu depoimento, na altura em que o cantor estava no hospital, no Porto, aquele vendedor de automóveis terá alegadamente confessado à atriz que estava com bastantes receios sobre o acidente.

Segundo Rita, o vendedor sentia-se além de preocupado, também muito culpado por ter emprestado o carro a Angélico.

Publicidade
Publicidade

Por outro lado, também garantiu que o seu ex-namorado não andava a mais de 150 quilómetros/hora e que durante o tempo que com ele privou nunca andou com altas velocidades, sendo também um condutor muito cuidadoso. Este depoimento, no entanto, contraria os relatórios de perícias que foram efetuadas pela equipa de peritos da Brigada de Trânsito da GNR, que na altura apontavam claramente para que o acidente se tenha dado a uma velocidade muito superior a 200 quilómetros horários.

Entretanto, #Rita Pereira não confirmou que a viatura fosse de Angélico Vieira, uma vez que o dono do stand lhe assegurou, na altura do acidente, que era pertença dele próprio. De realçar que começou na semana passada o julgamento da ação cível que os pais de Hélio Van Dunem, o amigo do cantor que também seguia no automóvel, interpuseram contra os pais de Angélico Vieira e no qual pedem uma indemnização de mais de 200 mil euros.

Publicidade

Também os pais de Angélico processaram o dono do stand, dizendo que, alegadamente, o automóvel acidentado não era de seu filho, mas antes emprestado pelo vendedor de automóveis. Os progenitores chegam mesmo alegar que o contrato de compra e venda foi falseado.

Angélico Vieira foi modelo, tendo também participado na série juvenil "Morangos com açúcar" com a personagem "David", e que foi a rampa de lançamento para a participação na banda D'ZRT, da qual fazia parte. Faleceu em 2011, com 28 anos de idade. #Famosos #Justiça